Início Notícias "Maior negócio da história"; Landim vai receber 'caminhão de dinheiro' com defensor...

"Maior negócio da história"; Landim vai receber 'caminhão de dinheiro' com defensor longe do Flamengo

Negociação não vai render o dinheiro de cara, mas apenas uma condição afasta o depósito chegando aos cofres do Mais Querido

O Flamengo conheceu na última quarta-feira (10) seu adversário das semifinais da Copa Libertadores da América, logo após ter eliminado o Corinthians: da mesma forma que a equipe comandada por Dorival Júnior, o Vélez, da Argentina, venceu os dois jogos das quartas, passando por cima do Talleres e classificando para enfrentar os brasileiros.

 



 

Com um elenco que mescla juventude com experiência, os hermanos prometem dificultar a vida do Mais Querido, que é considerado favorito nessa decisão. De qualquer forma, a intenção é com os pés no chão, passo a passo, buscando chegar a mais uma final de Libertadores, que pode ser diante do Palmeiras, já que os paulistas passaram pelo Atlético-MG nas penalidades.

 

 

 

Fora dos gramados, a diretoria segue observando o mercado de transferências, justamente visando novas possibilidades, mesmo que não seja diretamente envolvendo a chegada de novos reforços. Um desses casos se trata de Pablo Marí, que fez história com a camisa rubro-negra em 2019, mas acabou sendo negociado com o Arsenal, da Inglaterra.

 

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF - Zagueiro segue trazendo lucro ao Flamengo.
Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Zagueiro segue trazendo lucro ao Flamengo.

 

Depois de atuar pela Udinese, o beque vai continuar jogando na Itália, mas mudando de cores: o Monza, que recentemente subiu pra a primeira divisão do país, acertou a contratação, que pode gerar mais um lucro de R$ 10,5 milhões ao Flamengo, que já recebeu 10 milhões de euros dos ingleses ao todo (cerca de R$ 52 milhões na cotação atual).

 

 

 



 

Isso ocorre porquê essa transação para o Monza, de início, será de empréstimo por uma temporada, mas os italianos têm obrigação de compra por 5 milhões de euros caso o time permaneça na primeira divisão. Como algumas metas estipuladas em contrato não foram batidas, os Gunners precisam repassar ao clube 40% da receita de venda aos cariocas, ou seja, 2 milhões de euros (cerca de R$ 10,4 milhões) seriam do Fla.

Fonte: Bolavip