Início Notícias ‘O que o procurador-geral fez é um desserviço ao futebol brasileiro’, diz...

‘O que o procurador-geral fez é um desserviço ao futebol brasileiro’, diz Rodrigo Dunshee

Nesta terça-feira, uma notícia surgiu como uma surpresa negativa para o Flamengo e sua torcida. Isso porque o STJD acatou o pedido do Athletico-PR e denunciou Gabigol e Arrascaeta por supostas agressões no jogo de ida da Copa do Brasil.

Os jogadores rubro-negros se envolveram em lances que foram analisados e não tiveram nenhum tipo de intervenção do VAR. O fato mais curioso é que o Tribunal marcou o julgamento para a véspera da partida, na Arena da Baixada.

Em entrevista ao ‘GE.com’, O VP Jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee falou sobre a decisão tomada pelo STJD. O dirigente rubro-negro garantiu que o que o procurador-geral fez foi um total desserviço ao futebol brasileiro.

“O que o procurador-geral fez é um desserviço ao futebol brasileiro, praticou uma heresia jurídica. Não cabe rever decisões de campo que foram apenadas pelo árbitro com o cartão amarelo devidamente revisadas pelo VAR. A lei esportiva não aceita isso e o procurador responsável havia arquivado o pedido na forma da lei. O procurador-geral mudou uma decisão correta sabe se lá para que fim. Isso envergonha o futebol brasileiro”, disse Rodrigo Dunshee.


Fonte: Diário do Fla