Início Notícias “Ah, me poupem”; Milton Neves perde a paciência com postura do Flamengo...

“Ah, me poupem”; Milton Neves perde a paciência com postura do Flamengo e manda recado ácido para a Nação


Jornalista avaliou a vitória sobre o Corinthians como polêmica e disse que o Mengão foi beneficiado

Nesta quarta-feira (3), a Nação acordou com o gosto de uma vitória importante para a jornada Rubro-Negra rumo ao Tricampeonato da Copa Libertadores. Ao bater o Corinthians por 2 a 0 na Neo Química Arena, na última terça-feira (2), o Flamengo entrará em campo no Maracanã, com uma vantagem considerável contra a equipe paulista.

Entretanto, na avaliação do jornalista Milton Neves, a vitória despertou uma postura equivocada dos jogadores do Mengão. O jornalista colocou lenha na polêmica e cravou que o Mais Querido foi favorecido pela arbitragem: “E bastou uma vitória para lá de polêmica para cima do fraquíssimo Corinthians para que flamenguistas voltassem a desfilar a tradicional soberba do clube carioca. Afinal de contas, depois do triunfo VARMenguístico na Neo Química Arena, tiveram coragem de perguntar a Arturo Vidal se o Fla teria chances se disputasse a… Champions League!”, criticou Milton em sua coluna no UOL Esporte.



O gatilho que disparou a fúria de Milton Neves veio na resposta do chileno Arturo Vidal à pergunta sobre a competição continental da Europa. Vidal não se esquivou e meteu essa: “Creio que com o nível de jogadores que temos, com a nossa torcida, claramente, se estivéssemos na Champions League, brigaríamos com todos os times. A verdade é que essa equipe do Flamengo tem muito talento”, respondeu o novo camisa 5 da Gávea.



Milton foi além na farpa disparada contra o pós-jogo do Mengão e mandou um alerta para a Nação e para o elenco flamenguista: “Como que um time que não é sequer o maior vencedor da Libertadores em seu país – e muito menos em seu continente – pode ser achar tão poderoso assim para dar a entender que “não tem mais rivais por aqui”. Ah, me poupem… E lembram o que aconteceu com o Flamengo quando, em 2020, começaram com esse papinho, né? Jorge Jesus foi embora, o Fla ficou à deriva e o único título grande que o Rubro-Negro venceu foi com Rogério Ceni. Parece que não aprenderam a lição mesmo!”, concluiu.



Fonte: Bolavip