Início Notícias “Salário é o de menos”, diz Agente de Oscar sobre Flamengo

“Salário é o de menos”, diz Agente de Oscar sobre Flamengo

Meia Oscar – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: O Flamengo faz uma grande janela de transferências, com contratações de atletas renomados no cenário do futebol mundial. Em meio a isso, mais uma ambição do Fla é fechar com Oscar, meia de 30 anos, que hoje defende o Shanghai Port, da China. Nesta segunda-feira (01), uma foto do jogador com o uniforme rubro-negro viralizou nas redes sociais e animou torcedores, porém, o empresário Giuliano Bertolucci, que agencia a carreira do atleta, não demonstrou tanta confiança no ‘final feliz’.

— Não está fechado, não tem liberação. Se for possível, ele vai para o Flamengo, mas tá difícil. Eles têm medo de lesão. Oscar abriu mão da grana, salário é o de menos. Não estou otimista —, declarou o agente, em contato com o jornalista Mauro Cezar Pereira.

A contratação de Oscar começou como um sonho irreal, mas foi se tornando um plano palpável com o passar do tempo. O primeiro passo para avanço das tratativas foi o jogador aceitar reduzir o salário. Com vencimentos anuais na casa dos R$ 120 milhões, o meia não teria chance de vestir o Manto Sagrado. Porém, com vontade de regressar ao Brasil, Oscar aceitou mudar de realidade e se adequar aos parâmetros do Fla para acertar a transferência.

O Shanghai Port, que tem contrato com o jogador até o fim de 2023, não vê a saída com bons olhos. Atualmente, Oscar está liberado para ficar no Brasil até dezembro, acompanhando a gravidez da esposa. No entanto, o clube prefere tê-lo ‘parado’, sem atuar, do que emprestá-lo a outra equipe, por conta do risco de lesão.

A diretoria do Flamengo, como é de costume, mantém a cautela e tenta vencer na base da paciência. Vale destacar ainda que a ideia do Fla é conseguir fechar a contratação pelo maior tempo possível, cogitando um contrato até maio de 2023. Caso feche com o Rubro-Negro, Oscar será o quinto reforço do meio da temporada, visto que o Mais Querido já contratou Everton Cebolinha, Arturo Vidal, Erick Pulgar e Guillermo Varela.