Início Notícias “Questão de tempo”; Mauro Cezar não se intimida e aponta titular ideal...

“Questão de tempo”; Mauro Cezar não se intimida e aponta titular ideal para Flamengo de Dorival

O Flamengo se prepara para enfrentar o Corinthians nesta terça-feira (2), em partida válida pela Copa Libertadores

O Flamengo tem compromisso marcado diante do Corinthians nesta terça-feira (2), às 21h30, na Neo Química Arena, em partida válida pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. Sob o comando do técnico Dorival, a equipe Rubro-Negra vem em evolução e pode contar com nomes importantes para a temporada, sendo eles: Everton Cebolinha e Arturo Vidal, que fez gol e deu assistência na última partida. Mesmo diante desses resultados, o volante ainda não conquistou a titularidade no elenco. 

Durante live pelo portal ‘UOL Esporte’, o jornalista Mauro Cezar Pereira ressaltou que Vidal está em ‘outro patamar’ em comparação aos outros jogadores da posição no elenco do Mais Querido e a propensão é que se torne titular. Mesmo que diante do Timão ele não entre como titular, Mauro acredita que ele tem grande chance de ganhar minutagem na partida pela qualidade técnica e liderança que tem em campo.



“O Vidal é uma questão de tempo para ser titular, pode jogar em várias posições do meio de campo, até como primeiro homem de meio-campo se for o caso. O Vidal em tese tem boas chances de jogar, embora provavelmente vá começar no banco. É natural que ele ganhe o lugar do João Gomes ou Thiago Maia, estamos falando de um jogador de outro patamar. É outro nível técnico, a saída de bola melhora demais, a proteção de bola dele o Flamengo não tem desde a saída do Gerson, ele comanda o time, orienta, e ele mal chegou. Vidal vai ser titular, é óbvio, é uma questão de tempo e no lugar de quem, que vai depender a cada jogo, do revezamento do técnico”, destacou Mauro.

Foto: R.Pierre/AGIF
Foto: R.Pierre/AGIF

O jornalista relembrou que Vidal chegou a pouco tempo no Clube e estava sem ritmo de jogo, já que não atuava desde o fim da temporada europeia. Com a evolução do trabalho físico, para Mauro, ele deve entrar na equipe principal, levando em consideração o nível de entrega do volante dentro das quatro linhas.



“A questão dele não é técnica, é física e de motivação. Às vezes o jogador volta à América do Sul um pouco preguiçoso, querendo encerrar a carreira, ou não conseguindo mais render, mas não é o caso. Ele parece muito interessado, envolvido, e fisicamente vai pegando sua melhor forma com o tempo”, concluiu Mauro.

Fonte: Bolavip