Início Notícias Fernandinho deveria ter sido expulso contra o Flamengo

Fernandinho deveria ter sido expulso contra o Flamengo

Cotovelada de Fernandinho, do Athletico-PR, em Filipe Luís, do Flamengo – Foto: Reprodução

UOL: O empate sem gols entre Flamengo e Athletico, em jogo válido pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, ficou marcado por algumas polêmicas envolvendo a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira.

Alguns dos lances mais comentados pelos torcedores envolveram Gabigol, Fernandinho e Filipe Luís, em duas jogadas ocorridas ainda no 1° tempo.

Primeiro, na casa dos 25 minutos, o volante athleticano acertou o cotovelo no pescoço do lateral flamenguista ao tentar frear um ataque do adversário. A arbitragem, mesmo diante das dores de Filipe Luís, não considerou infração. Já Fernanda Colombo, responsável pelas avaliações da “Central do Apito” do SporTV, reuniu as duas jogadas em sua avaliação. Ela ressaltou a necessidade de “contexto” para a análise.

“Foi na cotovelada [de Fernandinho] que tudo começou: uma troca de provocações. A ação [do Gabigol], se olhar isolada, o pontapé, é para expulsão, mas o todo eu entendo. Eu acho justo porque tem uma ação do Fernandinho. O árbitro estava vendo, estava perto, por isso eu acho que o VAR nem chama: interpreta que ele estava no controle, mas se fosse isolado, aí poderia expulsar”, iniciou ela. “O árbitro tomou a decisão e o VAR respeitou, foi isso. A minha decisão no campo seria [a de dar cartão] vermelho, mas eu entendi o cartão amarelo, ele perdeu a cabeça ao chutar o Fernandinho, foi um cartão que a partida aceitou. O Luiz Flávio não perdeu o controle com esse lance, ele estava muito próximo”, finalizou Colombo.