Início Notícias Fla recusa pedido do Vasco para enfrentar Chape no Maracanã

Fla recusa pedido do Vasco para enfrentar Chape no Maracanã

Maracanã lotado com fumaça da torcida do Flamengo – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: O Vasco voltou a solicitar o uso do Maracanã, junto ao Consórcio e à CBF, para realizar a partida contra a Chapecoense, no próximo dia 31 de julho, pela Série B do Campeonato Brasileiro. No entanto, a dupla Fla-Flu negou o pedido do time Cruzmaltino, que promete tomar “medidas cabíveis” contra a recusa. Ainda assim, apesar da ‘ameaça’, o clube já confirmou que irá levar o jogo para São Januário.

O interesse do Vasco em jogar no estádio era para promover a estreia do atacante Alex Teixeira, recém-contratado e que retorna ao clube após 12 anos. A justificativa de Flamengo e Fluminense na recusa à utilização do Maracanã foi a mesma dos últimos pedidos negados: as condições do gramado do Templo Sagrado. As informações foram divulgadas primeiramente pelo Goal.

Vale ressaltar que o Maracanã vem apresentando frequentes problemas no gramado devido ao alto número de partidas realizadas. Inclusive, o Templo Sagrado está de portas fechadas para reparos no campo. A reabertura do estádio será nesta quarta-feira (27), na partida entre Flamengo e Athletico-PR, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Para tentar contornar o cenário, a dupla Fla-Flu sugeriu outras datas para que o Vasco pudesse jogar no estádio. No entanto, em nenhum dos dias propostos pelos clubes o time de São Januário é mandante, o que causou motivo de revolta. Este é o segundo imbróglio que envolve os rivais cariocas para a utilização do Maracanã.

No final de junho, o Vasco entrou em contato com Flamengo e Fluminense, responsáveis pela administração do Maracanã, e solicitou o direito de enfrentar o Sport no estádio. O Consórcio, no entanto, desconsiderou o pedido Cruzmaltino e vetou a realização do duelo. O clube de São Januário, que interpretou a decisão como ‘arbitrária e ilegal’, conseguiu na Justiça a autorização para o embate.

O Flamengo, por sua vez, chamou a decisão judicial de falha e pediu explicação a desembargadora que deu parecer favorável ao Vasco. O Rubro-Negro, inclusive, tenta reverter o julgamento anterior ainda que a partida já tenha sido realizada. O motivo para a iniciativa é tentar deixar o resultado final indicando que o clube de São Januário não tinha direito de jogar no Maracanã, apenas em caráter liminar, e coibir um precedente que permita ao rival alugar o estádio quando quiser.