Início Notícias Conversa com Landim sobre estádio do Flamengo agrada presidente da Caixa

Conversa com Landim sobre estádio do Flamengo agrada presidente da Caixa

A gestão Landim é uma das mais vitoriosas do Flamengo, desde que assumiu a presidência, o Mais Querido conquistou os principais títulos que disputou. Voltando a ter protagonismo nos cenários nacionais e internacionais.

A ótima fase dentro de campo refletia a ótima administração do lado de fora, o que proporcionou o time a chegar nas principais competições e ter calibre para negociar com grandes nomes do futebol.

Um dos projetos mais ousados dessa gestão é construir um estádio próprio para o Flamengo, isso iria realizar o sonho de milhares de rubro-negros que finalmente teriam sua casa.

Como a torcida do Flamengo é de outro mundo, internamente sabiam que a missão não seria fácil, já que o estádio deveria ter uma grande capacidade para seus torcedores e alguns estudos começaram a ser feitos para encontrar o lugar ideal.

Após conversas com a prefeitura do Rio de Janeiro, Rodolfo Landim apresentou um projeto para que o Flamengo construa o seu estádio na região do Gasômetro, Centro do Rio de Janeiro. Por se tratar de um terreno privado que pertence a Caixa Econômica Federal, Eduardo Paes sugeriu um contato de Landim com a Caixa.

Durante entrevista à Jovem Pan, Daniella Marques que é a presidente da Caixa Econômica Federal revelou sobre o desejo do Flamengo em construir o seu estádio no Gasômetro.

“O Flamengo quer construir um estádio na região do Gasômetro, a Caixa Econômica Federal administra e faz a gestão de um fundo imobiliário que proprietário daquele terreno. Então existe do interesse do Flamengo em fazer uma transação imobiliária para a compra do terreno para construir o seu estádio”, disse Daniella Marques.

A presidente da Caixa ainda revelou que recebeu Rodolfo Landim e alguns gestores do Flamengo, Daniella afirmou ter pedido os estudos técnicos e financeiros para saber se essa construção iria engajar financeiramente para a Caixa Econômica Federal.

“Hoje pela manhã conversei com o presidente sobre isso, pedi os estudos de viabilidade técnica e financeira. Recebi na última semana o presidente do Flamengo e alguns gestores, conversamos e preciso saber sobre como esse estádio ajudaria financeiramente a instituição, já que as outras construções que revitalizaram o Porto Maravilha, geraram engajamento com a Caixa Econômica Federal”.

Retirado de Diário do Fla