Início Notícias Destaque da ‘Era Dorival’, Pedro se consolida como titular absoluto pela primeira...

Destaque da ‘Era Dorival’, Pedro se consolida como titular absoluto pela primeira vez no Flamengo

O Flamengo avassalador de Dorival Júnior tem Pedro como o grande destaque. Dos 25 gols marcados nos 12 jogos sob o comando do treinador, o centroavante soma 13 participações diretas, com sete bolas na rede e cinco assistências. O jogador vem sendo tão dominante, que o segundo lugar no ranking é Arrascaeta, que marcou três vezes e contribuiu com mais três passes decisivos.

Os números de Pedro impressionam ainda mais pelo fato do atacante ter sido titular em apenas metade dos jogos sob o comando de Dorival Júnior. Coincidentemente, em todas elas, o jogador foi determinante, seja com gols ou assistências. Na vitória contra o América-MG, por 3 a 0, ele serviu Gabigol. Na vitória sobre o Santos, abriu o placar para o Flamengo. Já no massacre por 7 a 1 diante do Tolima, quatro gols e uma linda assistência para Matheus França.

Pedro voltou a ser decisivo na vitória sobre o Atlético-MG, por 2 a 0, que classificou o Flamengo para as quartas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o atacante inverteu os papéis com Arrascaeta, e foi garçom do uruguaio com duas assistências. Diante do Coritiba, desviou a bola para o gol de Diego que sacramentou o resultado por 2 a 0 sobre o Coritiba. Já na goleada por 4 a 0 sobre o Juventude, mais dois gols na conta do centroavante.

Com a grave lesão de Bruno Henrique, Pedro conquistou de vez a titularidade do setor ofensivo do Flamengo, posto que jamais assumiu, desde que chegou ao Rubro-Negro, em 2020. O centroavante sempre foi tratado como um jogador importante e decisivo do elenco, mas entrava no time na maioria das vezes para substituir um dos quatro consagrados (Gabigol, Arrascaeta, Éverton Ribeiro e Bruno Henrique).

Sob o comando do técnico Paulo Sousa, Pedro chegou a nem sair do banco de reservas em jogos importantes, como a decisão da Supercopa do Brasil contra o Atlético-MG, ou no confronto com o Palmeiras, pelo Brasileiro. Em ambos o Flamengo ficou no empate, resultados ruins, já que perdeu para o Galo nos pênaltis, e diante dos paulistas, o jogo foi no Maracanã. 

Desprestigiado, Pedro cogitou deixar o Flamengo para ter mais oportunidades e o Palmeiras apareceu como interessado, mas os clubes não entraram em acordo. O tempo passou, Paulo Sousa saiu e Pedro renasceu no Rubro-Negro. Ruim para Everton Cebolinha, que busca espaço entre os titulares, que agora tem também Pedro com status de intocável. 

ERA DORIVAL JÚNIOR – 12 jogos – 25 gols

Artilharia
7 gols: Pedro

4 gols: Gabi
3 gols: Arrascaeta
2 gols: Andreas Pereira e Lázaro
1 gol: Ayrton Lucas, Marinho, Matheus França, Gustavo Henrique, Diego e Éverton Ribeiro
1 gol: contra

Assistências
Pedro: 5
Arrascaeta, Rodinei e Éverton Ribeiro: 3
Bruno Henrique: 2
David Luiz, Thiago Maia, Lázaro, Gabi e Everton Cebolinha: 1

Publicado em Lancenet