Início Notícias Flamengo retira ação no STJD por mando da Copa do Brasil

Flamengo retira ação no STJD por mando da Copa do Brasil

Rodolfo Landim com torcedores do Flamengo – Foto: Divulgação

GLOBO ESPORTE: Por Cahê Mota

O Flamengo retirou ação no STJD em que tentava invalidar o sorteio das quartas de final da Copa do Brasil. O clube havia acionado o Superior Tribunal de Justiça Desportiva na última quarta-feira para tentar reverter os mandos de campo e decidir em casa a classificação às semifinais, contra o Athletico-PR.

O clube reitera que entende que houve um erro que o prejudica, mas pela boa relação com o novo presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, decidiu desistir da ação.

– Embora o Flamengo não concorde com a possibilidade de um sorteio sofrer ajustes que interfiram em seu resultado e entenda que o presente processo encerra uma postulação juridicamente correta e justa, o clube prefere nesse momento dar um voto de confiança à nova gestão da CBF, esperando que no futuro os processos sejam mais transparentes e legítimos – ponderou o clube.

A pressão da torcida também foi preponderante para a decisão. Em grande maioria, fizeram pressão nas redes sociais com termos de ‘vergonha’ e ‘choro’, comparando com atitudes recentes do Atlético-MG.

A diretoria do Flamengo reclamou de, no sorteio, ter tido sua posição invertida antes da definição dos mandos. A CBF utiliza há alguns anos o critério de não deixar clubes da mesma cidade jogando a mesma perna da eliminatória no mesmo município. Com Flamengo e Fluminense classificados, um teria que abrir em casa e o outro decidir. Coube ao Flu fazer o jogo de volta no Maracanã.

O Flamengo contestou esse critério por ele não estar previsto no regulamento do torneio. Nas oitavas de final ocorreu isso, e o Fluminense teve de decidir fora de casa, com o Fla mandando a volta no Rio. Porém, os rubro-negros alegam que na ocasião o Botafogo, que ainda estava no páreo, também fechou em casa as oitavas de final.