Início Notícias “Hipocrisia”; Além de Hulk, Atlético é julgado por partida contra o Flamengo...

“Hipocrisia”; Além de Hulk, Atlético é julgado por partida contra o Flamengo e torcida reage na web

Clube mineiro irá responder por ato discriminatório no confronto diante dos rubro-negros na Copa do Brasil

Além da eliminação na Copa do Brasil, o torcedor do Atlético Mineiro tem outro motivo para se preocupar envolvendo o campeonato. Isso porque na próxima quinta-feira (21), o clube será réu da 4ª comissão disciplinar do STJD, e será julgado por “cânticos discriminatórios” da torcida atleticana durante a vitória por  2 a 1 contra o Flamengo, no jogo de ida das oitavas de final, que aconteceu no Mineirão.

Caso seja condenado Atlético corre o risco de perder os pontos ganhos na partida, o que poderia ser impactante caso a equipe não tivesse sido eliminada da competição, uma vez que sofreu 2 a 0 o Maracanã no confronto de volta que sacramentou a classificação rubro-negra pelo placar agregado. Além disso, o clube será julgado por conta dos objetos arremessados pela torcida no campo.

Outros dois personagens do confronto também irão a julgamento no STJD. O árbitro principal do jogo, Luiz Flávio de Oliveira, que poderá receber suspensão de 30 a 360 dias por não ter relatado na súmula os atos discriminatórios da torcida atleticana. Além dele, Luiz Cláudio “Cacau” Cotta da Silva, diretor de relações externas do Flamengo, também será julgado por ter xingado o juiz da partida.

“Ninguém vai roubar o Flamengo não, c@#!$”, teria xingado Cacau Cotta, segundo anotado na súmula por Luiz Flávio. Além disso, o advogado atleticano também estará no julgamento envolvendo a situação de Hulk, que ocorrerá no mesmo dia. O atacante do Galo tem o recurso que poderá fazer com que seja absolvido de forma unânime após o processo de “agressão física” na partida diante do Coritiba.





 

Publicado em Bolavip