Início Notícias Flamengo recebe explicação sobre contestação do sorteio e pede mais transparência da...

Flamengo recebe explicação sobre contestação do sorteio e pede mais transparência da CBF

A polêmica dos mandos das quartas de final da Copa do Brasil ganhou um novo capítulo. Após cobrar explicações da CBF a respeito da mudança de posição no sorteio, a diretoria do Flamengo, representada pelo diretor de relações externas, Cacau Cotta, teve uma reunião com Júlio Avellar, diretor de competições da entidade.

+ Clique aqui e entenda a confusão no sorteio da Copa do Brasil

https://publishers.onefootball.com/browse?edition=brazil&filter=J0aXRsZSI6IiYjMjE4O2x0aW1hcyIsImlkIjoiT0FMeFU4eG8iLCJ0YWdzIjoiIn0%3D&video=NQaJLR5N

+ Cebolinha e Vidal em campo: veja imagens do treino do Flamengo nesta terça-feira

Após o encontro na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Cacau Cotta conversou com a imprensa e explicou o teor da conversa. De acordo com o dirigente, apesar do critério ter sido adotado nos últimos sorteios da competição, não há nada no regulamento que justifique a inversão de ordem.

– Na verdade, eu já sabia que não estava no regulamento. Eu fui realmente pedir o VAR e entender. Não é uma coisa que faz parte do regulamento. Que no futuro próximo esteja mais claro e transparente. Acho que houve uma falta de comunicação das meninas (apresentadoras do sorteio), porque foi diferente das oitavas. Tem o critério deles de que, havendo dois times da mesma praça, fazer essa mudança – explicou Cacau Cotta.

+ Veja os confrontos e chaveamento da Copa do Brasil

Perguntado sobre a possibilidade do Flamengo tentar entrar com uma ação para reverter o sorteio, Cacau Cotta deixou a decisão nas mãos do departamento jurídico e do presidente Rodolfo Landim.

– A postura do Flamengo é discutir internamente sempre. Trazer para vocês o que está acontecendo no momento. Quando não está no regulamento, você não se convence. Quando já tem um histórico de 2013 para cá, você começa a tentar entender e buscar o melhor para instituição. Agora, está na mão do jurídico e do presidente essa decisão. Mas houve o diálogo com a CBF e, quando o Flamengo se achar por direito ou se achar lesado, o Flamengo vai buscar os seus direitos. O Flamengo vai estudar e entender melhor esse momento.

Caso não reverta a decisão, o Flamengo abre o confronto das quartas de final no Maracanã, na próxima semana. O jogo de volta será na Arena da Baixada no dia 17 ou 18 de agosto.

VEJA A LINHA DO TEMPO DA CONFUSÃO:

1. Primeiro, foram sorteados os quatro confrontos das quartas de final da Copa do Brasil. As bolas saíram na seguinte ordem: Atlético-GO, Corinthians, Fortaleza, Fluminense, São Paulo, América-MG, Athletico e, por último, o Flamengo.

2. Após pequeno intervalo, teve início o sorteio dos mandos com uma regra simples: se tirar uma bola ímpar, a posição continua como está no chaveamento. Se for uma bola par, inverte-se a ordem. Esse procedimento é antigo e ocorre para times da mesma cidade jogaram em casa em semanas diferentes.

3. No entanto, no caso do sorteio de hoje, a CBF inverteu as posições de Flamengo e Athletico antes do sorteio do mando. O Flamengo, sorteado por último, apareceu primeiro no confronto. Isso ocorreu para deixar o clube rubro-negro em posição diferente do Fluminense. Assim, os confrontos ficaram: Fortaleza x Fluminense e Flamengo x Athletico.

4. Como saiu uma bola ímpar (9), manteve-se a ordem acima. Fortaleza e Flamengo abrem os confrontos em casa, enquanto Fluminense e Athletico decidem o jogo de volta sob seus domínios.

Publicado em Lancenet