Início Notícias Flamengo só aceita Oscar pelo empréstimo de um ano

Flamengo só aceita Oscar pelo empréstimo de um ano

Oscar, do Shanghai SIPG – Foto: Divulgação

EXTRA GLOBO: Diogo Dantas

A abertura da janela de transferências do futebol internacional acelera o trabalho do Flamengo na busca por reforços. O clube tem a partir de hoje a permissão para registrar os novos jogadores, como fez com Éverton Cebolinha e fará com Arturo Vidal. Na mira, estão Walace e Wendel, o meia Oscar e um lateral-direito.

Apesar da data de corte, a situação de cada jogador prevê paciência nas negociações. No caso de Walace, os empresários do jogador só vão falar com a Udinese sobre o desejo do atleta de voltar ao Brasil nesta terça-feira. O Flamengo aguarda o sinal verde com uma proposta na mesa perto dos 6 milhões de euros, que foi o valor pago pelo clube italiano para comprar o jogador. O trunfo é que Walace já deixou claro que, apesar dos dois anos a mais de contrato, quer voltar ao Brasil.

No caso de Wendel, o Zenit tem mais três anos de contrato com o volante e o empréstimo é visto pelo Flamengo como a melhor saída. Entretanto, há concorrência. Desta forma, o clube está em compasso de espera por um acordo entre o jogador e o clube russo por uma liberação amigável, para que não seja necessário acionar a cláusula da Fifa em virtude da guerra contra a Ucrânia. Wendel segue em boa fase como titular do time, tem salário elevado e até uma oferta de valorização. É o alvo mais difícil hoje.

Oscar, por sua vez, tem liberação do Shangai SPIG para vir ao Brasil por seis meses. Em função disso, o Flamengo fez uma consulta aos agentes do jogador, e ouviu que o acordo salarial poderia acontecer. Mas isso ainda depende que o clube chinês queira liberar Oscar para outro clube ao invés de abrir mão do atleta até o fim do ano e seguir pagando seus vencimentos. O Flamengo só avançará na negociação se tiver o ok para um empréstimo de pelo menos um ano, com salário de Oscar reduzido ou pago na maior parcela pelo Shangai. Sem esse avanço, a negociação no momento está parada.

A lateral-direita é vista hoje como a posição que o Flamengo precisa repor um nome de peso após a saída de Isla, que tinha salário alto. Rodinei assumiu a titularidade e tem dado conta, e Matheuzinho virou alternativa. Não há pressa no clube por uma contratação, sobretudo gastando muito. O nome do lateral Montiel, do Sevilla, é apontado como preferido por torcedores e analistas, e houve consulta do Flamengo. Mas a liberação por empréstimo está descartada, e para tirá-lo da equipe espanhola o custo estaria entre 10 e 20 milhões de euros, valor considerado inviável após a aquisição de Cebolinha.

O Flamengo espera resolver as pendências mais urgentes, que são os volantes, após as saídas de Arão e Andreas Pereira. A chegada de Arturo Vidal compensou uma das perdas, mas Walace e Wendel viriam para reforçar ainda mais o setor. A ideia é que pelo menos um dos dois cheguem para ser inscritos nas quartas de final da Libertadores, até o fim de julho. Oscar, se vier, é uma opção para revezar com Arrascaeta e Éverton Ribeiro. Já o lateral, seria importante chegar até o fim do ano no caso de Rodinei não renovar seu contrato.