Início Notícias “O Flamengo foi muito melhor que a gente”, diz Mohamed

“O Flamengo foi muito melhor que a gente”, diz Mohamed

Foto: Divulgação

TORCEDORES: Por Danielle Barbosa

O Atlético-MG não conseguiu segurar o Flamengo no Maracanã e deu adeus ao sonho do bicampeonato da Copa do Brasil. O Galo até venceu o primeiro jogo por 2 a 1, contudo, a derrota por 2 a 0 na partida da volta decretou a eliminação. Fora da copa nacional, a equipe segue na disputa do Brasileirão Série A e também da Libertadores.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Turco Mohamed reconheceu a superioridade do Flamengo durante todo o jogo. O comandante argentino lamentou ainda o baixo aproveitamento nas finalizações no primeiro jogo. Segundo o treinador, o time teve oportunidade de abrir uma vantagem maior no Mineirão.

— O Flamengo foi muito melhor que a gente. Eles tiveram uma noite melhor. Hoje não saiu nada bem. Eles nos superaram na intensidade. Esta não é a cara da nossa equipe, jogamos muito mal. Na primeira partida, poderíamos ter feito mais gols, mas hoje fomos muito superados. O Flamengo é um justo ganhador. São dias ruins. Jogaram quase todos os mesmos jogadores que jogaram no Mineirão há 15 dias, e jogamos outra partida diferente. Nos superaram na intensidade. Tem que estar bravo e aborrecido porque não gostamos de perder, ainda mais desta forma que perdemos. Entretanto, tem que fazer silêncio e voltar a recuperar a humildade para no próximo jogo a equipe voltar a jogar como sempre jogou.

Na saída de campo, o atacante Hulk lamentou a postura excessivamente recuada do Atlético, principalmente no primeiro tempo. O técnico Turco Mohamed concordou com a análise do camisa 7, todavia, ressaltou que a estratégia não era essa.

— No primeiro tempo, taticamente tivemos um erro, contudo, depois pudemos corrigir. No segundo, a postura foi outra. Depois a equipe teve uma noite ruim, cometemos muitos erros, que nesses tipos de jogos tão importantes não podemos cometer. O planejamento era outro, era jogar mais adiantado, como jogamos no segundo tempo, até o segundo gol e a expulsão. Quando jogamos mal e perdemos, a responsabilidade é minha. Temos que levantar e pensar na recuperação, avaliou o treinador do Atlético-MG.

Turco Mohamed evitou cravar que o time do Atlético-MG sentiu a pressão no Maracanã. O argentino, no entanto, reconheceu que a equipe teve um dia ruim e foi superada, também, na parte psicológica.

— Sempre confiamos nesse time. Temos que resgatar a parte psicológica e também a parte física. Nas duas situações, hoje, estivemos abaixo. Temos que recuperar isso, é verdade. Temos que voltar a ganhar para buscar a liderança do Brasileirão e continuar em busca do objetivo. Deixamos um objetivo pelo caminho, mas temos outros dois. Às vezes pode acontecer. Todos somos humanos e temos um mal dia. Hoje, em geral, toda a equipe esteve em um dia ruim. Por isso fomos superados. Não gostamos de perder, não é o que queríamos. Pedimos desculpa porque não jogamos dessa maneira. Nossa postura sempre foi tentar ganhar a partida, mas hoje não saiu nada. Jogamos muito mal, pode acontecer alguma vez. Agora é preciso levantar e pensar no que vem pela frente, porque a vida continua, o futebol continua. Perdemos uma possibilidade, mas como jogamos hoje não é a cara da equipe, disse.