Início Notícias "Isso aconteceu de madrugada"; Atlético-MG é 'atingido' e pressão prometida por Gabigol...

"Isso aconteceu de madrugada"; Atlético-MG é 'atingido' e pressão prometida por Gabigol inicia no Flamengo

Depois de perder o jogo de ida, o atacante deu uma declaração que agitou bastante a decisão pela Copa do Brasil

O Flamengo acabou perdendo o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil por 2 a 1, jogando contra o Atlético-MG no Mineirão, mas sabe que tem total capacidade de reverter o resultado dentro do Maracanã para avançar na competição. A equipe comandada por Dorival Júnior quer repetir a boa atuação que teve diante do Tolima, marcando gols e sem sofrer atrás.

 



 

Ainda em Belo Horizonte, uma situação chamou bastante a atenção após o apito final dos primeiros 90 minutos: Gabigol lamentou o resultado inicial, mas projetou a partida de volta da competição com a presença da torcida rubro-negra, deixando bem claro que os mineiros não iriam ter vida fácil quando viessem jogar no Rio de Janeiro.

 

 

“Agora temos outro final de semana e depois vamos para a Libertadores. Quando eles forem para lá vão conhecer o que é pressão e o que é inferno, iniciou, completando: “A gente queria vencer. Mudamos nossa postura do último jogo, fizemos uma boa partida. Tomamos dois gols em duas chegadas que eles tiveram. Mas a gente pressionou bem, eles não saíram jogando. Fizemos um gol que nos deixou vivo, finalizou.

 

Foto: Fernando Moreno/AGIF - Jogo de ida teve derrota do Flamengo.
Foto: Fernando Moreno/AGIF – Jogo de ida teve derrota do Flamengo.

 

Essa promessa feita pelo artilheiro começou a ser vista antes mesmo da partida iniciar: torcedores do Flamengo foram ao hotel em que os atletas do Atlético-MG estão hospedados e soltaram fogos. Isso aconteceu de madrugada, algo que é comum, já que a torcida tentar incomodar a noite de sono dos jogadores do time adversário, sobretudo às vésperas de uma partida decisiva. 

 



 

Vale lembrar que o Galo chegou ao Rio de Janeiro na última terça-feira (12) e se hospedou no hotel Hilton, em Copacabana, Zona Sul da capital carioca. Em decorrência disso, ao ficar sabendo dessa informação, inúmeros torcedores se planejaram e foram ao local, com o intuito de soltar fogos e incomodar o descanso do time rival.

Fonte: Bolavip