Início Notícias Atlético-MG volta a cantar música homofóbica contra Flamengo

Atlético-MG volta a cantar música homofóbica contra Flamengo

Foto: Divulga

COLUNA DO FLA: Flamengo e Atlético-MG sempre protagonizam jogos recheados de rivalidade. Para esta quarta-feira (13), o clima não é diferente. Já presente nas arquibancadas do Maracanã três horas antes da bola rolar, a torcida mineira cantou música recheada de preconceitos instantes antes do pontapé inicial.

Ao chamar flamenguistas de “put*”, “viad*” e “ladrão”, os atleticanos vão contra a reclamação da própria diretoria do clube mineiro, que acionou até o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de frase dita por Gabriel Barbosa após o fim do duelo de ida, em Minas Gerais. Logo depois do apito final, que selou a vitória atleticana por 2 a 1, o atacante disse que o Maracanã ficaria um “inferno” para o jogo de volta. VEJA O VÍDEO:

Então, a Nação seguiu a frase do camisa 9 rubro-negro e fez até “rua de fogo” para recepcionar ônibus da delegação flamenguista no Maracanã. Além de adesivos com a frase “Bem-vindo ao Inferno”, o mosaico, com os mesmos dizeres, também será visto nas arquibancadas.

O confronto entre Flamengo e Atlético-MG está além das quatro linhas e da torcida. Nos bastidores administrativos, o clima também é pesado, isso porque, diretores mineiros queriam ter reunião com a Comissão de Arbitragem da CBF antes do jogo decisivo. No entanto, a entidade negou que teria recebido dirigentes do time de Belo Horizonrte, o que gerou provocação de Rodrigo Dunshee, vice-presidente do Fla.

Em meio ao clima hostil que se montou fora do gramado, o duelo Flamengo x Atlético-MG acontece às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (13), em confronto de volta das oitavas da Copa do Brasil. Após ser derrotado por 2 a 1 no Mineirão, o Rubro-Negro precisa de vitória por dois gols de diferença para se classificar às quartas de forma direta. Caso o Mais Querido triunfe pelo placar mínimo, a decisão da vaga na próxima fase vai para os pênaltis.