Início Notícias Flamengo admite interesse em jogadores sul-americanos

Flamengo admite interesse em jogadores sul-americanos


Enzo Fernandez no River Plate – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: O Flamengo está forte no mercado de transferência, com o intuito de fazer contratações certeiras no meio deste ano. O Rubro-Negro monitorou e fez ofertas por atletas que atuam no mercado sul-americano, entretanto, as conversas não seguiram adiante. Marcos Braz, vice-presidente do Fla, revelou o motivo.

— Tem um que a gente começou a consultar e depois quando eu vi, junto com o Bruno, quais clubes estavam do meu lado… Quando eu vi o tamanho do apetite pelo jogador, eu abri mão. A gente estava muito tempo atrás do jogador (Enzo Fernández) -, disse Marcos Braz, que continuou: — Não tem nenhum problema com jogador sul-americano, não tenho nenhum problema. O único ponto é que, quando você vai para o mercado europeu, você consegue dentro da negociação pagamentos escalonados de um, dois, três anos, quatro anos. No mercado sul-americano, você tem mais dificuldade, até pela necessidade dos clubes de fazer caixa. A gente fez propostas para dois, três jogadores sul-americanos, concluiu.

Importante lembrar que o Flamengo é visto como o clube mais rico do continente. Os balanços financeiros comprovam tal status. Por isso, ao abrir negociações com as equipes sul-americanas, elas exigem pagamentos mais altos do que pediriam a outros times e, além disso, querem vender somente à vista, em alguns casos.

A diretoria do Flamengo, no entanto, tem um orçamento para cumprir e, por isso, não pode exercer tais pagamentos de apenas uma só vez. Os dirigentes rubro-negros, agora, estão olhando para a Europa, onde as tratativas são mais flexíveis. Wendel, do Zenit (RUS), e Walace, da Udinese (ITA), são os alvos pretendidos no momento pelo clube carioca.