Início Notícias Flamengo demite funcionário por omitir candidatura a deputado

Flamengo demite funcionário por omitir candidatura a deputado


Clebinho era roupeiro do Flamengo – Foto: Divulgação

O DIA: Por Venê Casagrande

O Flamengo demitiu, na madrugada do último domingo (3), o roupeiro Cléber Reis, popularmente conhecido como Clebinho, que estava no clube há 22 anos e era muito querido pelos jogadores, membros da comissão técnica e torcedores. A decisão da demissão partiu do vice-presidente de futebol, Marcos Braz. O funcionário foi dispensado por não avisar sobre sua pré-candidatura a deputado estadual.

Clebinho é vereador na cidade de Bom Jesus do Itabapoana, no interior do Rio de Janeiro. O funcionário anunciou sua pré-candidatura nas redes sociais, antes mesmo de avisar Bruno Spindel e Marcos Braz, que ainda o orientaram a desistir da candidatura. No entanto, o roupeiro manteve a decisão e foi desligado do Flamengo quando ainda estava no Aeroporto do Galeão, no desembarque da equipe. Mesmo sendo demitido no aeroporto, Clebinho fez questão de terminar o seu trabalho, e fazer o deslocamento de todo o material da equipe até o CT Ninho do Urubu.

Quando questionado por Bruno Spindel sobre sua pré-candidatura e pelo motivo de não ter avisado seus superiores, o roupeiro foi sincero e disse: “Não falei porque não encontrei vocês no CT”.

O Flamengo entende que há uma diferença entre a situação de Clebinho e Marcos Braz, pelo fato de apenas o roupeiro ser um funcionário. Já o vice de futebol é estatutário e não remunerado pelo clube.