Início Notícias Flamengo nega propostas por Gabigol

Flamengo nega propostas por Gabigol


Gabigol em Flamengo x Resende – Foto: Paula Reis

EXTRA GLOBO: O Fenerbahçe, da Turquia, que recentemente contratou Jorge Jesus, estaria de olho em Gabigol. De acordo com o site turco Fanatik, o clube prepara uma oferta de 15 milhões de euros (R$ 82 milhões na cotação atual). Procurado pela reportagem do EXTRA, o Flamengo disse “não ter recebido nada, não acredita numa proposta e nem que o jogador sairá, caso exista o interesse real”.

Gabigol tem contrato com o Flamengo até o fim de 2023. A multa rescisória do camisa 9 é de 33 milhões de euros (R$ 182 milhões na cotação atual). Além do Fenerbahçe, no início do ano os ingleses Newcastle e West Ham demonstraram interesse no atleta, mas as negociações não avançaram.

Gabigol, um dos ídolos da torcida do Flamengo, tem histórico de títulos pelo Flamengo ao lado de Jorge Jesus. Com o português no comando, o rubro-negro foi campeão brasileiro (2019), da Libertadores (2019), da Recopa Sul-Americana (2020), da Supercopa do Brasil (2020) e do Estadual (2020). Na Libertadores, o camisa 9 fez os dois gols na virada sensacional sobre o River Plate (2 a 1).

No momento, Gabigol não vive grande fase com a camisa rubro-negra. O atacante, inclusive, vem recebendo críticas dos torcedores por levar, além da carreira de atleta, também de artista musical.

POSTURA DE JORGE JESUS SOBRE ALVOS NO FLAMENGO
Em contato com o jornalista Venê Casagrande, Jorge Jesus deixou claro que não vai assediar atletas do Flamengo. Dessa forma, a única condição para o Fenerbahçe procurar reforços no time carioca será com total aval da diretoria.

“Não vou contratar nenhum jogador do Flamengo. Só uma hipótese é o Flamengo querer vender um jogador e eu (vou) ajudar”, afirmou o ‘Mister’.

Feliz no Flamengo, Gabigol não se encontra perto de uma saída. Sendo assim, o atacante quer espantar a má fase com bolas na rede. Após passar em branco na derrota contra o Atlético-MG, pela Copa do Brasil, ele deixou um recado em tom de aviso ao Galo.

“Agora temos outro final de semana e depois vamos para a Libertadores. Quando eles forem para lá vão conhecer o que é pressão e o que é inferno”, disse.