Início Notícias Flamengo foi prejudicado pela arbitragem em cinco das onze rodadas do Brasileirão

Flamengo foi prejudicado pela arbitragem em cinco das onze rodadas do Brasileirão

O Flamengo não passa por um bom momento técnico, isso é bem claro. Time vem jogando mal e tropeçando muito no Campeonato Brasileiro, o que, inclusive, gerou a demissão do técnico Paulo Sousa. Entretanto, ao mesmo tempo, o time vem sendo bastante prejudicado por erros da arbitragem na competição.

Ao todo, em onze rodadas do Brasileirão, a arbitragem cometeu algum erro grave contra o Flamengo em cinco, ou seja, em 45,45% das partidas. Nesses jogos, o rubro-negro fez apenas um ponto. Então, já foram 14 pontos perdidos pelo Mais Querido com influência da arbitragem.

O primeiro erro foi na quinta rodada, contra o Botafogo, jogo em que o Flamengo perdeu por 1 a 0. Na ocasião, quando ainda estava 0 a 0 no primeiro tempo e o rubro-negro melhor em campo, a arbitragem de vídeo anulou um gol do Gabigol por impedimento. Mas, o frame usado para traçar as linhas foi o errado, pois a bola já estava longe do pé do passador.

No jogo seguinte, contra o Ceará, o Flamengo empatou em 2 a 2, sofrendo um gol aos 46 do segundo tempo. Porém, poucos minutos antes do lance, Gabigol sofreu um pênalti claro em um pisa dentro da área. O árbitro de campo não deu e o de vídeo, por sua vez, sequer chamou. Já na sequência de três derrotas que o Flamengo está passando, todas tiveram erros de arbitragem contra o rubro-negro.

No 2 a 1 com o Fortaleza, quando ainda estava empatado em 1 a 1, Pedro perdeu um pênalti. Mas, no lance, Yago Pikachu quase cobrou junto com o centroavante, de tão grande que foi a invasão, porém o juiz não mandou voltou. Já contra o Bragantino, na derrota por 1 a 0, era para o Flamengo ter um jogador a mais desde os 9 minutos de jogo, quando Helinho deu uma tesoura por trás no Everton Ribeiro. O árbitro de campo não deu e o VAR não chamou para revisão.

No mesmo jogo, Gabigol foi derrubado na área no segundo tempo, em toque no joelho, mas o juiz não deu e o de vídeo, novamente, sequer recomendou a revisão. Contra o Internacional, outro lance envolvendo o camisa 9. O jogador recebeu uma ‘braçada’ no rosto, dentro da área, quando o jogo estava em 2 a 1 para o colorado. O árbitro não deu o pênalti e o VAR, novamente, não chamou. Já na reta final da partida, a arbitragem inventou um pênalti para o adversário e o VAR, de novo, não interviu.

 

Fonte: Diário do Fla