Início Notícias Paulo Sousa sai do Flamengo sem receber respaldo para reformular elenco

Paulo Sousa sai do Flamengo sem receber respaldo para reformular elenco

Foto: Marcelo Cortes/CRF

Na última quinta-feira, chegou ao fim a passagem de Paulo Sousa no Flamengo. O treinador português não resistiu a pressão pelo mau desempenho e acabou demitido. De acordo com o ‘UOL’, Sousa sentiu nunca ter recebido respaldo da diretoria para a reformulação do elenco.

O processo de reformular era visto como positivo pela diretoria, mas alguns acontecimentos foram cruciais para a ruptura. Logo de cara, a venda de Michael pegou Paulo de surpresa. A diretoria, no entanto, o prometeu que Everton Cebolinha seria o substituto. A negociação com o Benfica não era fácil e piorou devido ao impasse do Fla com o Banco Central (questão que já foi resolvida).

Outro problema era nos reforços. O treinador português não tinha influência na chegada de jogadores, tendo Marinho e Santos como exemplos. Mas, o que agitou de vez os bastidores da relação foi a falta de apoio quando Sousa enfrentou medalhões do elenco, especialmente Diego Alves. De acordo com o ‘UOL’, os jogadores eram sempre ‘abraçados’ pelos dirigentes.

O jornalista Mauro Cezar Pereira revelou na última quinta-feira que Paulo Sousa perdeu completamente o grupo quando resolveu cortar Diego Alves do duelo contra o Fortaleza. A situação entre os dois havia amenizado, mas a decisão do treinador português horas antes do jogo caiu muito mal no elenco.

Por fim, segundo o ‘UOL’, a forte influência de alguns empresários no dia a dia do Flamengo também atrapalhou a relação da diretoria com o técnico. Sousa sentia que as decisões passavam por pessoas que nem tinham ligação com o clube. Na última quinta-feira, portanto, o treinador não suportou o clima insustentável e acabou demitido. Ele deixa o comando do Fla com 18 vitórias, seis empates e sete derrotas.

Fonte: Diário do Fla