Início Notícias Mudança de treinador antes do mata-mata da Libertadores é rotineira na gestão...

Mudança de treinador antes do mata-mata da Libertadores é rotineira na gestão de Landim no Flamengo

Após derrota para o RB Bragantino por 1 a 0 na décima rodada do Campeonato Brasileiro, Paulo Sousa não vai seguir no comando do Flamengo para a sequência da temporada. O treinador não correspondeu as expectativas altas que tinham sobre ele e não desempenhou um bom trabalho.

Mas é fato que Paulo Sousa não seguirá na Gávea, e essa não será a primeira nem a segunda vez que o Rubro-Negro trocará de comandante perto de fases decisivas de competições como Copa do Brasil e Libertadores. Disputando as principais frentes do futebol brasileiro, a diretoria tenta encontrar um substituto rapidamente para o comando do Mengão.



Pela quarta vez na gestão de Rodolfo Landim, mandatário do Flamengo terá uma mudança técnica no meio da temporada e antes de fase de mata-mata em competições sul-americanas, segundo o Globoesporte.com. Um fato importante, em todas as temporadas sob o comando do presidente o time mudou de técnico na fase citada acima.

Thiago Ribeiro/AGIF/ Paulo Sousa não aguentou a pressão no Flamengo, que já tem um substituto para o cargo do português.
Thiago Ribeiro/AGIF/ Paulo Sousa não aguentou a pressão no Flamengo, que já tem um substituto para o cargo do português.

De acordo com o SportTV, durante o programa ‘Seleção’, o substituto do português será Dorival Júnior, que entra para a vasta lista de treinadores que vão para o Mengão para tentar melhorar o desempenho da equipe e buscar a classificação nas competições de mata-mata.



A lista das trocas de treinadores antes das oitavas de final da Libertadores começou com Abel Braga em 2019. O Mengão, na época, passou da fase de grupos de forma dramática, com um empate sem gols com o Peñarol, em Montevidéu. Muito contestado no comando do Fla e pela torcida, o experiente treinador pediu demissão após saber do interesse da Clube em Jorge Jesus.



Após o ano mágico de Jorge Jesus no Flamengo, o treinador saiu para treinar o Benfica e quem chegou em seu lugar foi Domènec Torrent, que fez uma campanha de 15 pontos conquistados na primeira fase da Libertadores. Porém, não agradou dirigentes e torcida, e a gota d’água para a sua demissão foram as goleadas no Brasileirão.

Jorge Rodrigues/AGIF/ Domènec Torrent no comando do Flamengo.
Jorge Rodrigues/AGIF/ Domènec Torrent no comando do Flamengo.

Depois de Dome, Rogério Ceni chegou no Mengão. Muito aclamado pelos torcedores após o bom trabalho no Fortaleza, o ex-goleiro conquistou o Brasileirão em 2020, o Campeonato Carioca e a Supercopa em 2021. Mas, seu ciclo se encerrou após cair nas oitavas de final da Libertadores de 2020.

 Thiago Ribeiro/AGIF/ Ceni no comando da equipe do Flamengo.
Thiago Ribeiro/AGIF/ Ceni no comando da equipe do Flamengo.

Saiu Ceni e chegou Renato Gaúcho, que foi vice-campeão da Libertadores e do Brasileiro. O ponto crucial para a demissão foi, além da perda do título para o rival Palmeiras, métodos de treinamentos questionáveis.

Thiago Ribeiro/AGIF/ Renato Gaúcho no Flamengo.
Thiago Ribeiro/AGIF/ Renato Gaúcho no Flamengo.

Após Renato Gaúcho chegou Paulo Sousa, que teve a melhor campanha do Flamengo em primeiras fases de Libertadores desde que começou disputar o torneio. Mas isso não foi o suficiente, e resultados ruins no Campeonato Brasileiro, além das perdas do Estadual e da Supercopa, culminaram na decisão da demissão do treinador português.



Reveja as campanhas dos treinadores demitidos antes da fase de mata-mata:

Abel na Libertadores 2019 – 10 pontos

5/3 – San Jose 0 x 1 Flamengo
13/3 Flamengo 3 x 1 LDU
3/4 Flamengo 0 x 1 Peñarol
11/4 Flamengo 6 x 1 San Jose
24/4 LDU 2 x 1 Flamengo
8/5 Peñarol 0 x 0 Flamengo

Domènec na Libertadores 2020 – 15 pontos

4/3 Junior Barranquilla 1 x 2 Flamengo
11/3 Flamengo 3 x 0 Barcelona de Guayaquil
17/9 Independiente Del Valle 5 x 0 Flamengo
22/9 Barcelona de Guayaquil 1 x 2 Flamengo
30/9 Flamengo 4 x 0 Independiente Del Valle
21/10 Flamengo 3 x 1 Junior Barranquilla

Rogerio Ceni na Libertadores 2021 – 12 pontos

20/4 Vélez Sársfield 2 x 3 Flamengo
27/4 Flamengo 4 x 1 Unión La Calera
4/5 LDU 2 x 3 Flamengo
11/5 Unión La Calera 2 x 2 Flamengo
19/5 Flamengo 2 x 2 LDU
27/5 Flamengo 0 x 0 Vélez Sársfield

Paulo Sousa na Libertadores 2022 – 16 pontos

5/4 Sporting Cristal 0 x 2 Flamengo
12/4 Flamengo 3 x 1 Talleres
28/4 Universidad Catolica 2 x 3 Flamengo
4/5 Talleres 2 x 2 Flamengo
17/5 Flamengo 3 x 0 Universidad Catolica
24/5 Flamengo 2 x 1 Sporting Cristal

*Dados Globoesporte.com

Fonte: Bolavip