Início Notícias “Vamos ser sinceros, o Abel…”; Diego Costa não se intimida e expõe...

“Vamos ser sinceros, o Abel…”; Diego Costa não se intimida e expõe porque não negociou com o Palmeiras mesmo livre no mercado

O Palmeiras já chegou a sonhar com Diego Costa em um passado recente, mas não tentou sua contratação quando ele rescindiu contrato com o Atlético-MG. A torcida chegou a pedir que a Leila Pereira abrisse o bolso para trazê-lo, já que Diego sempre disse ter um carinho pelo Verdão e nunca escondeu o desejo de vestir a camisa verde.



Contudo, a direção do clube paulista não se movimentou pela contratação do medalhão. Na noite da última quinta-feira (3), o artilheiro — que continua desempregado — confirmou que o Palmeiras não o procurou e deu a entender que o motivo seria que Abel não quer um jogador desse perfil para não mudar seu esquema e também por ter um grupo nas mãos.

“(…) Vamos ser sinceros, o Abel… um treinador top, acho um dos melhores treinadores do Brasil na atualidade. O cara tá aí, ídolo, vivendo uma atmosfera que nunca viveu, em Portugal, nunca. (…) Ganhou duas Copas Libertadores, assumiu a Leila presidente… o Abel tem poder de pedir qualquer atacante do mundo, o que ele tem que ser inteligente? Que ele é inteligente, ele tem o grupo na mão. Está dando resultado desse jeito. (…) O treinador com personalidade não tem medo de trazer jogadores top – não estou falando o meu caso – jogador top tem que botar para jogar, então automaticamente, ele vai ter que mudar o sistema para adaptar aquele cara. Ele tá com o time encaixado, todo mundo correndo para ele, o cara tá com time na mão, para quer ele vai ter pressa de querer um atacante se os caras que estão lá estão resolvendo? Não tem necessidade (…)”, disse.

Diego Costa continuou falando sobre o assunto e fez um pequeno alerta: se lá na frente as coisas não acontecerem, a comissão técnica correria o risco de ser cobrada por não ter um cara acima da média para o setor. Porém, ele ressaltou que, enquanto tudo está indo bem, não há problema.

(…) Ele tá sendo coerente com o que ele quer, o que ele pensa. Tipo assim: ‘Tenho o grupo na minha mão, se trazer outro cara, tenho que colocar para jogar, porque é uma inversão forte, tal, isso aquilo, tá tendo resultado’. A presidente assumiu, campeão da Libertadores, o que o torcedor vai falar? Nada. (…) Então, automaticamente porque você vai gastar alguns milhões para que se o time está correspondendo? Beleza, se lá na frente a conta chega, é o risco que ele tem também de não ter um cara lá na frente, mas enquanto ele está resolvendo, tá massa”, completou.

Fonte: Bolavip