Início Notícias ‘Hoje em dia, não basta classificar, tem que jogar mais’, diz comentarista

‘Hoje em dia, não basta classificar, tem que jogar mais’, diz comentarista

'Hoje em dia, não basta classificar, tem que jogar mais', diz comentarista
Foto: Marcelo Cortes/CRF

Após o ano de 2019, o Flamengo subiu o ‘sarrafo’ em questão das atuações do time. Nesse sentido, a campanha histórica na Libertadores este ano está sendo deixada de lado em meio ao mau desempenho do time. Durante o ‘Sportscenter’, os comentaristas Eugênio Leal e Rodrigo Bueno falaram sobre o assunto.

”O Futebol Brasileiro melhorou nos últimos anos e isso passa pelo Flamengo. Melhorou muito seu nível de atuação e é bem superior ao que a gente estava acostumado a ver. Hoje me dia, não basta classificar, tem que classificar e tem investimento para esse time jogar mais. E aí a torcida cobra mais e tem feito isso. Então, ontem, se o Flamengo fizesse o que  a torcida espera, seria um 4 a 1 ou 4 a 0. E foi um 2 a 1, sem graça, a verdade é que o jogo foi chato. E porque não se reconhece no adversário um potencial para fazer qualquer estrago no Flamengo. E o Flamengo, neste acaso, teria que atropelar e não atropelou”, disse Eugênio Leal, antes de Rodrigo Bueno emendar:

”A gente está vendo Flamengo, Palmeiras e Galo destruírem recordes por conta desse abismo que há hoje entre os times. Financeiro e de investimento. O grupo do Flamengo era um grupo equilibrado pegando os nomes e, fazendo o mínimo, não jogando bem, o Flamengo se classifica. Por isso essa cobrança. Não se pode festejar muito essa campanha, porque a diferença é muito grande. Você espera o que o Palmeiras fez”, completou o comentarista.

Fonte: Diário do Fla