Início Notícias ‘Eu não tiraria o Gabigol do jogo, principalmente para administrar o grupo’,...

‘Eu não tiraria o Gabigol do jogo, principalmente para administrar o grupo’, diz Pedrinho

Gabigol-Flamengo
(Foto: Marcelo Cortes)

Neste sábado, o Flamengo venceu o Goiás, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Paulo Sousa optou por uma escalação inicial mais ofensiva, com apenas Arão como volante e um trio de ataque com Bruno Henrique, Gabigol e Pedro.

A cartada de Paulo Sousa acabou pegando todos de surpresa e no primeiro tempo funcionou bem, com o Flamengo criando bastante e buscando o ataque. Na segunda etapa, o ritmo do Mais Querido caiu e o treinador fez algumas substituições que foram questionadas, como por exemplo a saída de Gabi que fazia uma grande partida.

No pós-jogo do Premiere, Pedrinho falou sobre a substituição do camisa 9. O comentarista afirmou que por um motivo de administrar melhor o elenco, Paulo Sousa não deveria sacar Gabi, principalmente pelo o que desempenhou em campo.

“O Gabi foi um cara importante durante todo o primeiro tempo, ele criou as movimentações, ele deu os passes, ele criou a oportunidade do Matheuzinho no passe para o Pedro. Ele se dedicou defensivamente, se sacrificou fazendo outras funções. No segundo tempo, o Paulo Sousa tirou ele, mas em uma questão de administrar o grupo, acho que ele poderia ter tirado o Pedro que estava feliz por marcar o gol. Acho que o correto era deixar o Gabriel jogar na dele, que seria uma recompensa pelo o que apresentou fazendo uma função que não está acostumado a fazer”, disse Pedrinho.

Fonte: Diário do Fla