Universidad Católica é multada pela Conmebol por episódios de racismo e vandalismo na partida contra o Flamengo

Adversário do Flamengo, Católica chega sem técnico no Rio de Janeiro
Foto: Gilvan de Souza/CRF

A Conmebol decidiu multar a Universidad Católica, do Chile, por episódios de racismo e vandalismo da torcida chilena na partida contra o Flamengo. Os casos ocorreram no Estádio San Carlos de Apoquindo, que terá a a tribuna Ignacio Prieto fechada pelos próximos três jogos da competição. A entidade adota medidas mais severas para controlar a arquibancada.

 

Ao todo, segundo as informações da rádio “Globo”, a Universidad Católica foi multada em US$30 mil por discriminação racial e US$40 mil por falta de segurança no estádio do confronto do dia 28 de abril. Na ocasião, torcedores do Flamengo foram hostilizados no Chile. Dessa forma, foi possível observar cantos e gestos racistas em direção a Nação Rubro-Negra, além de agressão, com o lançamento de um sinalizador em cima dos torcedores do Mengão.

 

A equipe chilena publicou uma nota oficial sobre a condenação dos atos da própria torcida no confronto. O Flamengo voltou a enfrentar a Universidad Católica nesta terça-feira e venceu por 3 a 0, no Maracanã. Confira parte do pronunciamento:

 

Fonte: Diário do Fla