"Ruptura iminente"; Spindel é 'pivô' de treta no CRF e reserva largado por Paulo Sousa sobe o tom no Ninho do Urubu

O Flamengo apreentou um bom futebol, bateu a Universidad Católica, do Chile, e garantiu classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Na teoria, resultado e desempenho suficientes para amenizar o clima no Clube. Mas uma declaração em especial do técnico Paulo Sousa na entrevista coletiva após a partida contra os chilenos repercutiu bastante no pós-jogo.

“Se vocês verificarem o que são dores no púbis e o tempo que leva para recuperação, não pode ser de um dia para o outro. Ou por uma reunião que teve com o Bruno Spindel na hora do almoço. E que rapidamente se recuperou e podia estar disponível para jogar”, disse o português sobre o goleiro Diego Alves, escanteado no Rubro-Negro pelo próprio Paulo Sousa.

O diretor executivo do Clube, após ser citado pelo treinador, teria dito que o arqueiro argumentou justamente o contrário, ou seja, que ainda não reunia condições de jogo. A informação é do site Globoesporte.com. Procurado pelo portal esportivo, Bruno Spindel optou por não se pronunciar nesse momento. O fato é que o goleiro não gostou nada da declaração do treinador na entrevista, o que estremeceu ainda mais a relação entre as partes.

Diego Alves: situação difícil no Flamengo – Foto: Robson Mafra/AGIF

Neste momento, Hugo Souza é o dono da posição no Flamengo, já que Santos está lesionado. Diego Alves (que apresentou um quadro de pubalgia) e foi sondado por clubes como São Paulo e Internacional, poderia estar atuando no lugar do ex-Athletico/PR, que é o goleiro escolhido para jogar nas copas, mas o jovem arqueiro rubro-negro vem sendo titular.

Fonte: Bolavip