‘Achei exagerada as vaias para Hugo, é um menino que está começando e vai oscilar’, diz Zinho

Hugo-Souza-Flamengo
(Foto: Alexandre Vidal)

Na última terça-feira, o Flamengo venceu a Católica por 3 a 0, no Maracanã, em partida válida pela 5ª rodada do Grupo H, da Libertadores. Em uma boa atuação, o Mais Querido não sofreu perigos, foi superior ao adversário e carimbou a sua classificação para as oitavas da competição.

Muito pressionado, Paulo Sousa iniciou a partida com uma escalação diferente dos últimos confrontos, mas a equipe se portou muito bem e não deu chances para a Católica. Mesmo desperdiçando algumas chances, o Mais Querido conseguiu um ótimo resultado.

Durante o programa ‘ESPN FC’, Zinho falou sobre a vitória do Flamengo. O comentarista afirmou que mesmo não conseguindo bons resultados nos últimos jogos, o Mais Querido não vinha jogando mal.

“Já era esperada a vitória porque a diferença técnica era enorme, o Flamengo venceu a Católica no Chile. Sabíamos que pressão seria grande pelo momento que o Flamengo vive no Campeonato Brasileiro, ocupando uma posição que ninguém imaginava, apenas uma posição acima da zona de rebaixamento. Na minha opinião, o time não está jogando mal, na maioria dos confrontos mesmo não vencendo o Flamengo foi igual ou melhor que os adversários. Com exceção do Ceará, que na segunda etapa o Vozão foi muito superior ao Flamengo”, disse Zinho.

O tetracampeão mundial em 94 com a Seleção falou sobre os gols perdidos pelo Flamengo, Zinho garantiu que Gabigol poderia ter alcançado Luizão como maior artilheiro na Libertadores. O comentarista também falou sobre as vaias para Hugo Souza.

“Ontem perdeu muitos gols, o Gabi poderia ter igualado o Luizão na Libertadores. A última chance perdida por ele foi até aceitável, pelo fato de ter chegado atrasado, se esticou mas não chegou. Agora os outros gols perdidos, principalmente pela qualidade que ele tem, do atacante que ele é, goleador e jogador Seleção Brasileira, sem dúvidas chamam atenção. Achei muito exagerado as vaiais ao Hugo, é um menino que está começando e vai oscilar. Principalmente ele sendo cria do Flamengo, tudo bem não quer aplaudir o jogador, respeito, mas vaiar o jogo inteiro foi muito pesado”.

Fonte: Diário do Fla