Baixo rendimento do Flamengo de Paulo Sousa flerta com limite da Nação

Paulo-Sousa-Flamengo
(Foto: Alexandre Vidal)

Cada vez mais questionado no comando do Flamengo, Paulo Sousa está longe de viver os seus melhores dias no Brasil. Com uma sequência de jogos onde a equipe rendeu muito abaixo do esperado, o treinador voltou a ter mais opiniões contrárias ao seu trabalho.

Com um início muito ruim no Brasileirão, o Flamengo tenta no confronto deste sábado contra o Ceará, iniciar a sua reabilitação na competição. Com cinco pontos conquistados em 15 disputados, o Mais Querido ocupa a 14ª colocação e tem apenas uma vitória no campeonato.

Na sua coluna, Renan Moura destacou como o Flamengo de Paulo Sousa conseguiu perder o favoritismo na ‘era’ Paulo Sousa. O jornalista destacou que o baixo aproveitamento contra equipes da Série A e o baixo rendimento são os principais culpados.

“O favoritismo ora atrelado ao Flamengo nos jogos vai se dissipando nas mãos de Paulo Sousa. Com baixíssimo aproveitamento diante de clubes da Série A, o último confronto contra o Altos-PI, da Série C do Brasileiro, deu a tônica desse atual perfil do time. Por mais qualificado que seja o elenco no papel, em campo o Altos teve mais finalizações, mas acabou não balançando as redes”, escreveu Renan Moura.

Nas redes sociais que em tempos modernos são o termômetro das torcidas, a saída de Paulo Sousa é pedida cada vez mais. E em caso de um resultado diferente de vitória contra o Ceará pode piorar ainda mais as coisas para o português.

A diretoria mantém a linha de que o treinador tem total respaldo para continuar o seu trabalho, mas à medida que os resultados não acontecem, a tendência é que as coisas mudem rapidamente. Por isso, um resultado diferente de vitória pode esquentar ainda mais a chapa do treinador.

Fonte: Diário do Fla