Início Notícias ‘Quando tem que mexer no time e rodar o elenco as limitações...

‘Quando tem que mexer no time e rodar o elenco as limitações ficam muito claras’, declara jornalista

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

O Flamengo derrotou o Altos-PI por 2 a 0 e carimbou o passaporte para as oitavas de final da Copa do Brasil. Apesar da classificação, o desempenho da equipe foi mais uma vez bastante criticado, ainda mais pelo fato do adversário ser um time que está na zona de rebaixamento da Série C do Brasileirão. Na “Live do Flamengo”, no portal “UOL”, André Rocha declarou que toda vez que Paulo Sousa precisa mexer no elenco, foca visível a disparidade entre os jogadores. Além de não ter um substituto imediato para Arrascaeta e Everton Ribeiro.

“Atuação foi ruim no geral, o elenco do Flamengo não entrega o que se espera dele, ou seja, quando tem que mexer no time e rodar o elenco as limitações ficam muito claras.”

“O reserva do Arrascaeta não pode ser o Diego, pelo momento do Diego, não pela carreira, e pela capacidade criativa que é nenhuma. Ele não conseguiu criar nada no primeiro tempo, ele tenta, busca, luta, mas o passe diferente não sai, foi isso que faltou no primeiro tempo, esse elenco tem dificuldades até contra um time como o Altos”, acrescentou Rocha.

“Quando não tiver o time titular, o time vai sofrer, como sofreu contra o fraquíssimo Athletico comandado pelo Carille, que logo depois acabou demitido. Então a radiografia é essa, tem jogadores com nome, mas é um elenco fraco no desempenho”, finalizou o colunista do UOL.

Fonte: Diário do Fla