‘Não vejo sinais de melhora. Estagnou, ele está empurrando com a barriga’, diz comentarista sobre Paulo Sousa

'Não vejo sinais de melhora. Estagnou, ele está empurrando com a barriga', diz comentarista sobre Paulo Sousa
Foto: Gilvan de Souza/CRF

Apesar da vitória e classificação sobre o Altos-PI pela Copa do Brasil, o Flamengo novamente não apresentou um futebol convincente. Mesclado pelo técnico Paulo Sousa, a equipe teve dificuldades de criação de jogadas. Durante o ‘Sportscenter’, na manhã desta quinta-feira, o comentarista Eugênio Leal criticou a atuação do Fla.

”Eu falei aqui, me lembro claramente, os jogos da final do Carioca significaram a falência das ideias do Paulo Sousa. Ali ficou claro que ele não conseguiu aproveitar o início do ano para implantar as ideias dele. O que a gente está vendo a partir de então, é uma sequência disso. Não tem nada de novo, não tem nada ousado. É um jogo normal, ganha porque é melhor. Não é um jogo atraente. No início a gente via que tinha algo, mas não andou. Ele foi cedendo, foi se acomodando dentro disso, o time está acomodado, ele está sobrevivendo. Está lá, até o dia que alguém encherem o saco e demitirem ele. Vai chegar um momento que a exigência vai ser maior e jogando o que está jogando hoje, não deve passar. Posso estar enganado e o time melhorar, mas não vejo sinais de melhora. Estagnou, está empurrando com a barriga”, disse, antes de emendar:

”Não tem intensidade, não tem recuperação de bola, não consegue fabricar espaços. É um time muito comum e que estamos acostumados a ver no futebol brasileiro há muito tempo. Tem qualidade técnica, ás vezes resolve, mas é um engano você achar que este time está preparado para os grandes desafios da temporada, não está. Se ele não conseguir recuperar algumas ideias que ficaram para trás, é natural que ele venha a cair”, finalizou o comentarista.

Agora, o Mais Querido volta a campo no próximo sábado, contra o Ceará, pelo Brasileirão. Com apenas cinco pontos somados na competição, uma vitória sobre o clube cearense, fora de casa, é essencial para o Rubro-Negro subir na tabela.

Fonte: Diário do Fla