Início Notícias ‘Lesões são uma rotina no Flamengo, os jogadores entram e não conseguem...

‘Lesões são uma rotina no Flamengo, os jogadores entram e não conseguem sair do DM’, diz Mauro Cezar

Márcio-Tannure
(Foto: Alexandre Vidal)

Nesta quarta-feira, Flamengo e Altos-PI se enfrentam às 19h30, no estádio Raulino de Oliveira, em partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Após resultados ruins nas duas últimas partidas, o Mais Querido busca reencontrar o caminho das vitórias neste duelo.

Paulo Sousa que voltou a ter dias conturbados no comando do Flamengo sofre com mais algumas baixas para a partida, Filipe Luís foi diagnosticado com uma lesão grau 2 na coxa e o prazo da sua recuperação é de até dois meses. De última hora, Diego Alves com uma pubalgia também é baixa.

Durante Live no Youtube, Mauro Cezar falou dos seguidos casos de lesões de jogadores do Flamengo. O jornalista afirmou que esse tipo de notícia virou rotina do Flamengo, e que os jogadores não conseguem sair do DM.

“O Filipe Luís saiu machucado no jogo de domingo e hoje veio a informação que ele tem uma lesão muscular grau 2, o negócio é pior do que imaginavam. É uma rotina no Flamengo, lesões acontecerem são normais, agora pela quantidade que acontecem e os jogadores não conseguirem sair do DM, por isso chamo de triângulo das Bermudas, o cara cai lá e não sai”, disse Mauro Cezar.

O jornalista garantiu que solicitou uma entrevista com Márcio Tannure, mas que até o presente momento não recebeu nenhuma resposta. Mauro afirmou que o ideal seria uma coletiva para explicar o que tem acontecido.

“Eu já pedi há mais de duas semanas essa entrevista para o chefe do DM e não tive resposta, se ele não quiser falar apenas com um jornalista, vai logo em uma coletiva e explica tudo. Muita coisa se fala, nada muda e o técnico fica na beira do caos, porque as pessoas não querem saber disso”.

Mauro também falou sobre um fato curioso que aconteceu no clássico contra o Botafogo, o zagueiro Pablo foi relacionado, mas na súmula o nome do jogador não aparecia entre os jogadores que estavam no banco de reservas, o jornalista disse ter recebido uma resposta do Flamengo.

“Hoje uma pessoa me alertou e eu coloquei no Twitter, o Pablo foi relacionado para o clássico, mas seu nome não apareceu na súmula. Então eu questionei o Flamengo, e alegaram que foi um erro da CBF, que o nome dele acabou não aparecendo na súmula. Justamente o Pablo que não se sabia a condição dele de jogo”.

Por fim, o jornalista afirmou que o Flamengo se complica porque quer. Uma vez que Pablo foi relacionado, a assessoria deveria emitir uma nota informando a real condição do zagueiro. Mauro afirmou que isso iria aliviar as críticas por torcida e imprensa ao treinador Paulo Sousa que com o atleta no banco não o colocou para jogar.

“O Flamengo se complica porque quer, se você tem um jogador com esse tipo de lesão a melhor maneira é revelar a verdade. A partir do momento que ele tem o Pablo no banco, o clube deveria através da sua assessoria de imprensa divulgar uma nota dizendo que ele foi para o jogo mas tem condições de x minutos, que aí a torcida não vai perturbar. O que acaba poupando o técnico de ser criticado por torcida e imprensa”.

Fonte: Diário do Fla