Presidente da CBF enviará documento à Conmebol propondo tirar ponto de clubes em caso de racismo

Presidente da CBF enviará documento à Conmebol propondo tirar ponto de clubes em caso de racismo
Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira, por meio do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, a entidade brasileira irá enviar documento à Conmebol para propor uma pena mais dura e perda de ponto à clubes em casos de racismo. Vale lembrar que na última semana, cinco times brasileiros foram alvos de injúrias raciais. Confira o que disse o presidente da CBF ao ‘GE’.

”Não concordo com apenas multa financeira ao clube que tiver um torcedor racista. Não se combate a discriminação apenas aumentando a multa. Tem que ser de forma mais dura. O clube precisa sofrer uma punição esportiva. Quero que o time do torcedor identificado cometendo um ato racista perca pelo menos um ponto na tabela do campeonato. Só assim acredito que vamos pacificar os estádios. O clube tem que ser punido por não ter conseguido educar o torcedor que entra no seu estádio. Com a punição esportiva ao clube, conseguimos envolver o torcedor nesta luta antirracista. O torcedor seria um fiscal contra o preconceito na arquibancada”, disse o presidente ao ‘GE’.

Ednaldo é o primeiro negro a comandar a CBF em mais de 100 anos de história da entidade brasileira. O presidente ainda reforçou que em competições da CBF haverá também esta pena. Ele irá propor uma discussão e colocar à vigor a partir da próxima temporada.

”Quero propor uma ampla discussão aqui no Brasil para a próxima temporada. Vou pedir a perda de pelo menos um ponto a partir do ano que vem. Essa discussão vai ser boa para ver quem realmente quer combater o racismo no futebol”, concluiu.

Fonte: Diário do Fla