Início Notícias ‘Não dá para avaliar o trabalho sem considerar os problemas físicos’, opina...

‘Não dá para avaliar o trabalho sem considerar os problemas físicos’, opina comentarista

'Não dá para avaliar o trabalho sem considerar os problemas físicos', opina comentarista
Foto: Marcelo Cortes/CRF

Contra o Talleres, fora de casa, o Flamengo ficou no empate por 2 a 2 em mais uma atuação irregular da equipe de Paulo Sousa. O Rubro-Negro pecou defensivamente e sofreu contra o clube argentino. Durante o programa ‘ESPN F360’, o comentarista Breiller Pires ressaltou o DM cheio do clube.

”Durante o jogo, ele precisa tirar o Arão do meio e volta para zaga. Muda o perfil do time, porque ele tem de mexer no João Gomes que é o pulmão desse time. A média de idade desse time que entrou em campo é de 30 anos e, quando ele (João Gomes) é puxado para trás, sem liberdade de chegar a frente ( Paulo foi forçado a fazer isso) há um impacto no jogo e é isso que o Paulo quer dizer. Poderia ter colocado um zagueiro, mas onde estão os zagueiros? No DM, Flamengo tem quase um time inteiro no DM. São cinco zagueiros no DM. De fato, não dá para avaliar o trabalho do Paulo Sousa sem levar em consideração os problemas físicos. Ele tem tentado rejuvenescer o elenco, porque ele sabe que para implementar as ideias dele, ele vai precisar de um time mais intenso”, disse o comentarista.

Com o resultado, o Mais Querido encaminhou a classificação para a próxima fase da Libertadores. O Rubro-Negro, agora, tem dois jogos em casa, contra Católica e Sporting Cristal para garantir o passaporte para as oitavas de final. O Flamengo, agora, volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Botafogo, em Brasília, pelo Brasileirão.

Fonte: Diário do Fla