Início Notícias ‘Andreas sabe fazer a saída de bola, sabe fazer inversões, mas marca...

‘Andreas sabe fazer a saída de bola, sabe fazer inversões, mas marca muito mal’, declara jornalista

'Andreas sabe fazer a saída de bola, sabe fazer inversões, mas marca muito mal', declara jornalista
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Pablo sentiu uma lesão muscular no início do duelo contra o Talleres, obrigando Paulo Sousa a mexer na equipe. O treinador optou por colocar Andreas Pereira no jogo, dessa forma, Arão foi para zaga e o belga ficou no meio campo. Na “Live do Flamengo”, no portal “UOL”, André Rocha criticou a escolha do português. Para o jornalista, quem deveria entrar na partida era Thiago Maia.

“Uma coisa que não entendo das decisões do Paulo Sousa é o Thiago Maia. O Flamengo tinha comunicado que não compraria o jogador e ele voltaria para o Lille, aí o Paulo Sousa pediu a permanência dele, o Flamengo acabou negociando e o jogador ficou, mas o Thiago Maia joga quando não tem outro jeito.”

“Tem que fazer a saída de bola, tem que pressionar, não pode deixar espaço entre o meio e a defesa, então são muitas atribuições e o Paulo Sousa não abre mão desse principio de jogo. Eu acho que essa questão dos volantes é um problema que desencadeia vários outros no Flamengo”, completou.

O erro na final da Libertadores ainda assombra Andreas Pereira. Para André Rocha, desde a decisão contra o Palmeiras, o belga/brasileiro não conseguiu mais apresentar um bom futebol. Nos bastidores, dizem até que o Flamengo desistiu de comprá-lo.

“O lance do gol do Talleres é uma falha do Andreas, que não sai para marcar, e tem um erro do Isla na linha de marcação, mas a falha primeira é do Andreas, que deixa o cara girar sozinho na frente dele. Deixou o cara avançar sozinho, e ele permitiu isso várias vezes.”

“A final da Libertadores acabou com ele, ele não era esse jogador no segundo semestre do ano passado, tinha muito mais dinâmica, muito mais chegada, se aproximava mais desse volante box to box, ainda que com algumas deficiências de marcação”, concluiu Mattos.

Fonte: Diário do Fla