Início Notícias Flamengo empata com Talleres na Argentina pela Libertadores

Flamengo empata com Talleres na Argentina pela Libertadores

Foto: Divulgação/CONMEBOL

Em partida de erros individuais e de muita briga dentro de campo, o Flamengo empata com o Talleres em Córdoba, na Argentina. Nesse sentindo, o Rubro-Negro saiu atrás no placar, mas em duas recuperações com gols de Arrascaeta e Pedro, conseguiu sair do Estádio Mario Alberto Kelpes com um empate por 2 a 2.

 

O jogo 

O Flamengo começou a partida não temendo a atmosfera do ambiente repleta de cerca de 40 mil torcedores argentinos. Contudo, aos poucos, o Talleres foi tomando conta das ações dentro de campo. Dessa forma, aos 16 minutos a Nação teve o primeiro susto na partida, quando o lateral Catalán subiu mais que David Luiz em cruzamento e cabeceou rasteiro. Porém, Santos estava lá para realizar grande defesa.

Aos poucos, o Rubro-Negro ia conseguindo vencer o bom momento da equipe adversária dentro de campo. Todavia, em uma displicência de Willian Arão, que assumiu o papel de zagueiro após lesão de Pablo, acabou em um lance inexplicável desviou a bola para o próprio gol após cruzamento do jogador Santos na área. Dessa forma, o Talleres assumiu a ponta no placar aos 33 minutos.

 

Bruno Henrique ainda chegou a marcar um gol antes do fim da primeira etapa, mas acabou sendo anulado devido a posicionamento de Gabigol, que se encontrar ligeiramente na frente da linha defensiva adversária.

Em busca da virada, o Flamengo voltou a todo vapor no segundo tempo e empatou a partida logo aos 4 minutos com Arrascaeta. O meia uruguaio recebeu bom passe de Isla na entrada da área e acertou um canudo no ângulo do goleiro adversário para deixar tudo igual na Argentina. Bola simplesmente indefensável para o goleiro Herrera.

Banho de água fria 

Entretanto, a reação do Mais Querido foi interrompida após um lance duvidoso no gol do Talleres. O atacante Michael Santos, recebeu em posição duvidosa, para marcar na saída do goleiro Santos, aos 11 minutos. Vale lembrar, que na fase de grupo da Libertadores não existe o auxílio do Var. Com isso, a decisão de campo não foi revista pela arbitragem.

 

Recuperação em busca do empate

Apesar do balde de água fria na reação Rubro-Negra, o Flamengo não se abalou em campo. Dessa forma, Paulo Sousa sacou Pedro e Lázaro do banco e retirou João Gomes e Everton Ribeiro de campo, em busca de deixar a equipe mais ofensiva. Como resultado, o camisa 21 marcou aos 23 minutos e reacendeu a esperança de vitória do Mengão em Córdoba.

Por fim, apesar da estratégia ofensiva, o Flamengo perdeu volume no meio de campo. Sendo assim, não conseguiu se postar no ataque como Paulo Sousa imagina. Mesmo sendo aguerrida, a equipe acabou não conseguiu a voltar a marcar e amargurou o empate em Córdoba.

 

Fonte: Diário do Fla