Início Notícias Lázaro elogia Paulo Sousa em entrevista: ‘É diferente quando a pessoa te...

Lázaro elogia Paulo Sousa em entrevista: ‘É diferente quando a pessoa te dá confiança’

Foto: Gilvan de Souza/CRF

Promessa do Flamengo, Lázaro passava por dificuldades na equipe e corria risco até deixar o time. Com a chegada de Paulo Sousa, o jovem jogador ganhou confiança, passou a atuar em outra posição e tem surpreendido à todos neste ano. Ao todo, nos dois últimos anos no profissional, o agora ala-esquerda havia entrado em campo apenas 17 vezes e, dessas, só duas como titular.

Já em 2022, o treinador português resolveu dar oportunidades ao atleta e, mais importante, deu confiança. Nesse sentido, Lázaro marcou seus dois primeiros gols no profissional, já igualou as 17 aparições dos últimos anos e soma dez partidas como titular. Ao ‘GE’, a jovem promessa do Mengão concedeu entrevista e falou da importância de Sousa na sua evolução.

”Acredito que quando você tem uma pessoa que te chama para conversas e fala onde tem que melhorar querendo realmente te ajudar, te dando a devida atenção, ela te dá o valor. É aí que você para e pensa: “Realmente, se eu fizer isso, vou ser reconhecido”. Quando se tem isso, você fica mais tranquilo, confiante e entrega mais. É totalmente diferente quando uma pessoa vem, te ajuda e fala para ficar tranquilo. Até mentalmente você se sente bem e mais confiante”, disse o garoto, antes de emendar sobre pressão de subir ao profissional:

”Quem me conhece de verdade sabe que sou um moleque muito tranquilo. Dentro de campo procuro só fazer meu melhor e ajudar os companheiros. Claro que fica um pouco daquela pressão né, apesar disso que você falou, das notícias repercutirem sobre isso e tal, mas além disso eu sempre botava na minha cabeça para manter os pés no chão. Meus pais também sempre me ajudaram com isso. Mas é o que falei: melhorar, evoluir naquilo que eu precisava melhorar”, complementou.

Confia outros trechos da entrevista de Lázaro:

Confiança de Paulo Sousa

”Desde o primeiro dia, o Mister me chamou para conversar. Ele sempre foi muito claro comigo em todos os aspectos onde eu posso melhorar, onde posso evoluir, onde tenho minhas qualidades e meus defeitos. Ele virou para mim e me falou para ter tranquilidade, para eu jogar o meu futebol e melhorar nas coisas que ele for passar, prestar bem atenção também. Sou um garoto que hoje tudo que ele passa estou prestando atenção muito bem ali para evoluir e melhorar também. Mas ele tem me dado esse suporte, essa ajuda, não só ele como toda a comissão também, e sou um garoto que está escutando bastante para seguir os bons passos”

Sobre atuar na ala-esquerda

”Essa posição eu já joguei na base do Sub-13 ao Sub-15 mais ou menos. Jogava de ponta, meio que tenho um pouquinho da manha. Mas ali do meio para frente de ponta direta, ponta esquerda, centroavante, meia… Onde estiver brecha, eu estou fazendo. O importante é fazer e corresponder bem. Cada dia aqui no treino tenho aprendido cada vez mais. O professor é sem palavras, temos grandes jogadores… BH, Vitinho, o Ayrton, que chegou, o Everton Ribeiro. Só quero estar aqui para somar, independentemente de onde for jogar, e render bem. Vou estar sempre torcendo para que todos possam fazer o seu melhor. O importante é que todo mundo esteja sorrindo e comemorando junto no final”

Número alto de assistências

”A (assistência) para o BH foi uma virada de chave, deu uma confiança a mais. Vou ficar com essa contra o Atlético-MG. Foi um jogo que eu estava doido para jogar na final da Supercopa. Na primeira bola, já achei o passe e fiquei maluco. O João veio me abraçar. Foi uma pena não termos conseguido o título. Foi uma virada de chave que deu confiança”, finalizou Lázaro.

Fonte: Diário do Fla