Dirigente do Flamengo recorre para não pagar multa a técnico Abel Braga

Foto: Divulgação / Flamengo

Luiz Antônio Baptista, atual presidente do conselho de administração do Flamengo, briga na justiça para não ter que pagar 50 mil reais ao ex-treinador do clube, Abel Braga, atualmente no Fluminense. O caso se fundamenta em fala do dirigente Rubro-Negro sobre a época do técnico na Gávea.

 

Em entrevista, “Bap” declarou que na época em que treinava o Mais Querido, Abel Braga parecia um “bêbado” e “drogado”. Como resultado das declarações, o dirigente foi condenado a pagar indenização ao antigo treinador do clube por falsa alegação e danos morais.

 

Por fim, o presidente do conselho administrativo do Flamengo busca recurso para evitar a ter que pagar a quantia ao treinador. Em defesa, “Bap” cita o cerceamento de direito de defesa e a publicação de nota, na época das declarações, em forma de se retratar das falas indesejadas.

Curta Diário do Fla Facebook 

Fonte: Diário do Fla