"Não é comigo, é com qualquer um"; Braz não se cala e 'bate o martelo' sobre saída de Paulo Sousa no Flamengo

O Flamengo passou por um momento um pouco delicado recentemente, especialmente após o vice no Campeonato Carioca, com um aproveitamento que trazia preocupação nos bastidores. A equipe comandada por Paulo Sousa não conseguira convencer, tanto que os torcedores começaram a questionar o trabalho do português, até pedindo sua saída.



O fato de Jorge Jesus ter deixado o Benfica e estar livre no mercado também fez com que os rumores aumentassem, mas sobre esse assunto, o atual técnico flamenguista foi bem direto: “Temos que entender que é normal que os torcedores tenham simpatia por alguém, o que não é normal é ter uma certa direção passional por A ou B, por treinador A ou jogador B. Isso não me parece respeitoso mesmo por vocês da imprensa. Mas a nós não afeta, disse.

Após 2 vitórias na Copa Libertadores da América, mantendo os 100%, além de passar pelo São Paulo, por 3 a 1, apresentando um bom futebol, os rumores foram sendo “esquecidos” e o momento é de dar confiança para a comissão técnica, justamente por ser um trabalho novo e que provavelmente necessite de uma adaptação. Nessa linha, Marcos Braz tratou de bater o martelo e garantir a permanência do gringo.

Foto: Jorge Rodrigues/AGIF – Paulo Sousa será mantido no cargo.

O ano não foi com um começo muito da maneira que a gente gostaria em relação aos resultados. É um projeto novo, a gente contrata mais uma vez um técnico estrangeiro, com toda capacidade do corpo técnico”, disse, em entrevista ao Redação SporTV, completando:



O que interessa é que o Paulo tem o apoio total da diretoria. A gente entende que ele precisa de tempo. A pressão aqui no Flamengo não é comigo, é com qualquer um. Num futuro, num próximo vice-presidente, serão as mesmas pressões. A gente trata isso com naturalidade”, finalizou o dirigente. Até aqui, são 12 vitórias em 18 jogos com o “portuga”.

Fonte: Bolavip