‘Andreas teve uma fatalidade em um jogo importante e isso é um peso adicional nesse processo’, diz Marcos Braz sobre indecisão na compra do jogador

Foto: Alexandre Vidal/ CRF

Andreas Pereira tem vivido momentos difíceis e de indecisão no Flamengo desde a final da Libertadores. O torcedor não perdoa o jogador pela falha fatal contra o Palmeiras e, de lá pra cá, o belga/brasileiro não conseguiu mais ter boas atuações com o Manto Sagrado. Com isso, a diretoria rubro-negra que já estava decidida a comprá-lo, pode dar para trás e desistir do negócio.

Nesta terça-feira, Marcos Braz participou do programa “Redação SporTV”. Um dos assuntos abordados foi justamente sobre a permanência ou não do camisa 18. Andreas tem contrato de empréstimo com o Mengão até o meio deste ano. Para ficar com o atleta em definitivo, o Flamengo tinha topado pagar cerca de R$53 milhões aos Manchester United, mas como o papel ainda não foi assinado, a diretoria rubro-negra está repensando.

“Queria deixar registrado: quando contratamos o Gerson o questionamento foi o mesmo em relação a pagamento, valor. Até do Gabigol, quando se falava de números, se tinha questionamentos. O Andreas, de fato, teve uma fatalidade num jogo importante e com certeza isso é um peso adicional nesse processo. Quando a gente fez a primeira proposta o United disse: ‘Vocês precisam vir aqui pra gente tratar alguns temas’. A gente foi lá. Estamos usando o tempo, que está apto a gente, para fazer as avaliações. Pressão de torcida, interna, temos que ficar atento, mas temos que ser mais frios para decisões.”

Andreas Pereira tem sido utilizado por Paulo Sousa horas como titular, outras entrando no decorrer da partida, como aconteceu contra o São Paulo, no último domingo. O jogador tem recebido apoio do elenco e da comissão técnica para tentar dar a volta por cima.

Fonte: Diário do Fla