Abel Ferreira, sobre torcida única em Flamengo x Palmeiras: ‘Questões profundas do futebol brasileiro’

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Flamengo tem sequência de jogos no Maracanã nesta semana. Após jogo contra o Talleres na última terça-feira, o Rubro-Negro encara o São Paulo, logo mais, e depois recebe o Palmeiras, na quarta-feira. O jogo contra o Alviverde terá torcida única, por conta de uma decisão de órgãos públicos, em 2019, que classificaram a partida como ‘jogo de alto risco’. O técnico Abel Ferreira falou sobre a situação após empate contra o Goiás no último sábado, em coletiva de imprensa.

“Isso são questões profundas do futebol brasileiro. Eu já falei várias vezes sobre isso, uma coisa é olhar para o futebol e outra é olhar para aquilo que são outros interesses. Eu sou treinador, a minha parte é treinar e preparar minha equipe. Quem é dirigente tem que dirigir, cada um tem que fazer o seu trabalho. A minha responsabilidade e dos meus jogadores é dentro das quatro linhas, prepará-los bem. Agora, há outros fatores que não controlo, como esse. São questões políticas, vocês sabem que o futebol aqui no Brasil tem muitas questões políticas”, disse Abel.

“Eu vou me restringir a minha função, que é ser treinador. Se nós queremos evoluir o futebol, há vários responsáveis. Os treinadores são um deles, os jornalistas também. Os árbitros, dirigentes e jogadores também são responsáveis. Somos todos responsáveis pelo futebol que nós queremos. Se nós queremos melhorar, temos que refletir sobre o esforço que está sendo feito e sobre onde se quer chegar. Se é que alguém pensa nisso…”, completou o treinador.

Fonte: Diário do Fla