‘Acredito que o Paulo Sousa não chega até o segundo semestre no comando do Flamengo’, opina jornalista

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Os bastidores do Flamengo tem fervido nos últimos dias. Nem mesma a vitória por 2 a 0 contra o Sporting Cristal, partida de estreia na Libertadores, acabou os ânimos no clube e coloca ainda mais pressão nos jogadores, Paulo Sousa e diretoria. No “UOL News Esporte”, José Trajano declarou que não acreditar que o cargo continue no cargo por muito tempo.

“Eu acho que o Paulo Sousa não chega até o segundo semestre. A chance que ele teve foi no Campeonato Carioca, um campeonato mamão com açúcar, foram dois jogos contra um time inferior, podia dar um gostinho para a torcida de gritar ‘campeão’ e conseguiu a proeza de deixar o Fluminense ser campeão”, diz Trajano.

“O problema do Flamengo é o Jorge Jesus. Enquanto o Jorge Jesus não voltar, nada vai dar certo. Ninguém garante também que a volta do Jorge Jesus dê certo, todo treinador que começa no Flamengo, a referência é ‘com o Jorge Jesus era diferente, com o Jorge Jesus o time jogava mais, com o Jorge Jesus o ambiente era melhor’. A quantidade de técnicos que já foram embora, o Rogério chegou a ser campeão e foi mandado embora”, completa.

Para o jornalista, nem Jorge Jesus terá tranquilidade no clube se um dia voltar e não conseguir repetir o que fez em 2019. Antes de fechar com Paulo Sousa, Marcos Braz e Bruno Spindel se reuniram com o JJ para conversar sobre um possível retorno para o Flamengo, mas o treinador estava empregado no Benfica e não aceitou.

“O Jorge Jesus vem passar o Carnaval no Rio, contratem o Jorge Jesus, põe o Jorge Jesus lá. Ninguém garante que vai dar certo, porque tomou um pontapé no traseiro lá no Benfica e não tem mercado na Europa. Então enquanto o Jorge Jesus não voltar, o Flamengo não terá paz e aí também não terá paz se o Jorge Jesus não repetir o que conseguiu da outra vez. Eu tenho pena do Paulo Sousa que não vai durar muito”, conclui.

Fonte: Diário do Fla