Bastidores do Flamengo: Rapidez na reformulação assusta elenco Rubro-Negro

Foto: Marcelo Cortes/CRF

Desde que chegou no Flamengo, Paulo Sousa promoveu algumas mudanças no futebol do Flamengo. O técnico português alterou esquema tático, fez rodízio no elenco, colocou telão no Ninho e por aí vai. Depois de um bom início, os resultados nos jogos decisivos não vieram e as ideias do treinador português vem sendo contestadas. Nesse sentido, os bastidores no rubro-negro pegam fogo nos últimos dias.

De acordo com o ‘GE’, alguns jogadores ficaram insatisfeitos com a rapidez em que Sousa quis promover a reformulação no elenco rubro-negro. Segundo o portal, atletas acham que a forma que tem sido feita ‘não dá espaços para diálogos’. Isto vem causando desconforto nos jogadores que enxergam estar atuando fora de posição e dos que não vem sendo utilizados.

Além disso, de acordo com o ‘GE’, parte do elenco não concorda com o jeito em que Paulo Sousa conduz o rodízio do elenco. Ao todo, foram 13 escalações diferentes em 14 jogos. Mas, enquanto alguns são recorrentes no time, outros sequer recebem oportunidades. Outro fato em que vem incomodando os atletas do Mengão são as coletivas do treinador. Para eles, Paulo passa a impressão de que os jogadores não entendem o que ele pede.

Além das divergências nos pensamentos, discussões fortes já ocorreram, como por exemplo com Gabigol e Bruno Henrique, o que pesa ainda mais o ambiente. O clima entre o técnico e parte do elenco não é dos melhores, mas ainda segundo o portal, não há ruptura. No entanto, a relação tem sido estritamente profissional entre as partes.

Fonte: Diário do Fla