Início Notícias Zinho "sai da casinha", contesta Flamengo e aponta desconforto dos jogadores com...

Zinho "sai da casinha", contesta Flamengo e aponta desconforto dos jogadores com decisões de Paulo Sousa

O Flamengo venceu o clássico contra o Vasco no último domingo (06), pelo Campeonato Carioca, em duelo que contou com gols de Felipe Luís e Arrascaeta , além do marcado tento registrado por Gabriel Pec, que pontuou para o cruzmaltino. Apesar do triunfo que estabeleceu o Mais Querido no segundo lugar da competição, o Flamengo, de Paulo Sousa, acabou não convencendo alguns.

Um exemplo é o comentarista Zinho, que durante o ESPN FC avaliou que a equipe obteve maior posse de bola, porém não conseguia criar oportunidades de gol. Além disso, na visão do comentarista, os jogadores estão desconfortáveis atuando fora da suas posições e questionou decisão de Paulo Sousa.



“Teve a maior posse de bola, o maior número de finalizações. Mas chances claras de gol, eu não vi. Vi até o Vasco, em uma cabeçada do zagueiro, no primeiro tempo, depois que estava 1 a 0 para o Flamengo. Mas o Flamengo sem um poder de infiltração, e jogadores, me parecem, desconfortáveis na posição em que estão jogando. Vi um Gabigol até pelo lado direito voltando para marcar lá na defesa. ‘Po, que legal o Paulo Sousa conseguindo fazer isso’”, disse.

Zinho prosseguiu com o questionamento, citando ainda o fato de que o próprio treinador reconhece que Everton Ribeiro não possui as características que ele vem exigindo do jogador. “Mas é a característica do Gabigol fazer isso? O Everton Ribeiro, mais uma vez, sacrificado, porque não rende. E na própria colocação do Paulo Sousa na coletiva: ‘O Everton não dá profundidade, não é aquele meia que volta para ser quase um lateral-esquerdo’. Então, o que o Everton Ribeiro é para ele colocar nessa posição que ele está jogando?”, completou.



Para o comentarista o Flamengo vence, porém não convence, pois o time não está arrumado. “Eu vejo um time, ainda, que não está arrumado, então, não vejo um time jogando tão bem, ainda. Jogou contra o Atlético-MG, que era o embate mais difícil. Até contra o Botafogo ganha o jogo, mas tem a contestação de pênalti, teve problemas durante a partida. Tanto na recomposição defensiva, como na construção”, finalizou.

Fonte: Bolavip