Início Notícias ‘Há uma sanha incontrolável para dizer que o Flamengo foi ajudado’, diz...

‘Há uma sanha incontrolável para dizer que o Flamengo foi ajudado’, diz Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar. Foto: Reprodução

Na vitória do Flamengo diante do Vasco no último domingo (6), a torcida cruzmaltina e parte da imprensa reclamaram da arbitragem por causa de um pênalti não marcado. No lance em questão, a bola supostamente bateu na mão de João Gomes, no entanto, com a ajuda das câmeras, que reprisaram a jogada em diversos ângulos, fica claro que a penalidade não existiu.

Para Mauro Cezar Pereira, há um ímpeto generalizado para afirmar que o Rubro-Negro é beneficiado pela arbitragem. O jornalista criticou a posição de profissionais que estavam cobrindo a partida e de alguns outros colegas de profissão, que sequer esperaram a repetição do lance para publicar algum comentário nas redes sociais.

“O que aconteceu foi que na péssima transmissão do pay-per-view do Carioca, o narrador, cujo nome não me recordo agora, junto com o Tita, quando tem a imagem lateral, parece que bate no braço, o cara nem esperou o replay e vários coleguinhas também não esperaram o replay, rapidamente tuitaram ‘que absurdo’. Alguns tiveram dignidade de depois se retratar, outros nem se retrataram”, diz Mauro.

“Há uma sanha incontrolável para dizer que o Flamengo foi ajudado, é uma sanha incontrolável, é uma coisa doentia até, na imprensa também. E foi claro depois vendo pelo ângulo de trás que a bola bateu no rosto do rapaz, que não foi pênalti. Por que não chamou o VAR? O VAR deve ter visto justamente isso”, completa.

Fonte: Diário do Fla