Início Notícias “Se eu fosse dirigente, não contrataria”; Mauro Cezar não se empolga com...

“Se eu fosse dirigente, não contrataria”; Mauro Cezar não se empolga com reforço que avança para jogar no Flamengo

O Flamengo está no mercado da bola em busca de reforços pontuais. Quem está mais próximo de vestir a camisa flamenguista é o goleiro Santos, do Athletico-PR. O arqueiro já tem tudo acertado pra vestir o Manto Sagrado e aguarda os clubes resolverem a questão para saber onde jogará nesta temporada. O Furacão que receber algo em torno de R$ 20 milhões para decreta a venda do atleta.

Durante o programa Jovem Pan Esportes, o jornalista Mauro Cezar Pereira não se mostrou nada empolgado com a provável chegada do arqueiro do CAP ao Flamengo. Ele ressaltou alguns pontos e que não tem certeza se Santos é esse goleiro todo para resolver o problema da posição no Mais Querido.



(…) Não sei se o Santos é esse goleiro (todo). Tenho muitas dúvidas quanto a isso. Acho que é um goleiro que já teve momentos melhores, inclusive acho que ele falha no gol primeiro gol do Palmeiras. Uma bola defensável e um goleiro que você espera dele mais, goleiro de seleção, chega para resolver a posição de um time grande… ele não pode tomar esse tipo de gol não. Se for contratado pelo Flamengo e tomar um gol de falta assim, vai ter cornetada (…)”, opinou.

Mauro Cezar disse que, se fosse dirigente, não contrataria Santos nos valores divulgados (algo em torno de 20 milhões de reais): “Eu tenho dúvidas se o Santos é esse goleiro, sinceramente. Tecnicamente não sei se o Santos é esse goleiro que você contrata e fala assim: ‘Entreguei a camisa nesse cara aqui e ele vai dar conta’. Tenho dúvidas, não estou dizendo nem que sim e nem que não. (…) Se eu fosse dirigente, eu não contrataria pelo valor que o Athletico quer. Eu não pagaria 20 milhões por ele (…)”, pontuou.



Mauro ainda falou que buscaria outro goleiro: “(…) Procurarei outro goleiro aqui na América do Sul, um mais jovem. Porque um goleiro de 32 anos agora no dia 17 que vai fazer, então é um goleiro de um contrato. Você paga R$ 20 milhões parcelado e você vai fazer um contrato, porque quando terminar esse contrato, ele vai ter 35, 36 e você não vai renovar mais. (…) Mas pelo que sei, o clube está disposto sim de contratar (…)”, concluiu.

Fonte: Bolavip