Início Notícias Flamengo tem um mês para contratar jogadores visando a fase de grupos...

Flamengo tem um mês para contratar jogadores visando a fase de grupos da Libertadores

Foto: Paula Reis / Flamengo

O Flamengo tem agido com cautela quando se trata da contratação de jogadores. Para a temporada, apenas Fabrício Bruno e Marinho chegaram. A diretoria rubro-negra não quer meter os pés pelas mãos e fazer escolhas equivocadas, mas precisa ter pressa para se reforçar de olho na fase de grupos da Libertadores.

O prazo de inscrições para a primeira fase da competição encerra dia 02 de abril, às 18h (de Brasília). Cada clube terá direto a incluir até 50 jogadores na lista. De acordo com o regulamento, cada time poderá fazer cinco pré-inscrições de atletas com pendências documentais e fazer a regularização durante a fase de grupos. Porém, o jogador precisa ser regularizado até às 14h (de Brasília) da véspera do início da terceira rodada, se não acontecer, ele só poderá atuar nas oitavas de final.

A chegada de um goleiro é vista como prioridade na Gávea. Paulo Sousa pediu a contratação de um arqueiro que venha para brigar por titularidade e a diretoria também tem consciência de que é necessário. João Paulo e Santos são os nomes no radar.

A forma com quem o Mais Querido tem se colocado no mercado tem desagradado alguns torcedores, mas existe um motivo para todo o cuidado que a diretoria tem tido, eles estão aguardando o fim de um processo do Banco Central para voltar a comprar jogadores, sobretudo no exterior. Se o Mengão for condenado, terá R$ 127 milhões penhorados, que causará um impacto enorme no orçamento.

De acordo com o “GE.com”, a briga jurídica entre o Flamengo e o Bacen é por conta de supostas irregularidades em negociação feitas em moeda estrangeira entre 1993 e 1998. No dia 21 de janeiro de 2022, foi penhorado R$ 126.998.514,57 por conta dos problemas citados, a ação foi feita com determinação da 9ª Vara Federal de Execução Fiscal da Justiça Federal do Rio de Janeiro. O valor da multa aplicada em 2013 era de R$ 38.367.280,00, mas foi corrigido com o passar dos anos.

O Flamengo pediu que a multa seja reduzida para R$ 10,6 milhões, e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) está avaliando. Até o momento, o Mengão está levando a melhor, mas no dia 15 de fevereiro, a ministra Regina Helena Costa pediu um tempo maior para analisar se o pedido da diretoria rubro-negra será aceito. O clube está otimista que conseguirá e já depositou R$ 10,6 milhões em juízo.

 

Fonte: Diário do Fla