Início Notícias “Vai para o final da fila”; P. Sousa não aprova medalhão e...

“Vai para o final da fila”; P. Sousa não aprova medalhão e Braz ‘torce’ por proposta para liberá-lo

O Flamengo tenta esquecer a Supercopa do Brasil e focar apenas na sequência da temporada. O time já está treinando para enfrentar o Botafogo, amanhã (23), no Nilton Santos. A equipe, desta vez, deve ter poucas modificações. Paulo Sousa já encontrou a base do time e agora quer dar sequência aos principais jogadores.



Quem está no final da fila de opções é o lateral-direito Isla, que até foi testado algumas vezes de ala, mas não agradou. Assim, Rodinei e Matheuzinho aparecem na frente do chileno. O contrato do gringo termina em dezembro e ele não foi procurado para renovar. Assim, caso apareça alguma proposta, a direção flamenguista não dificultaria uma possível saída em junho.

Isla não tem nenhum tipo de problema no Flamengo e segue trabalhando firme. O grande problema mesmo é que ele – pelo menos até o momento – não consegue se encaixar no esquema adotado por Paulo Sousa, que gosta de colocar o time com 3 zagueiros e o lateral agindo como um ponta direita. Rodinei foi quem mais entendeu esse novo estilo de jogo.



Isla tem 33 anos e chegou em 2020 para substituir Rafinha. No início, até foi bem empolgou a Nação. Contudo, foi perdendo a “força” e caiu de produção. Chegou a ser questionado em muitos momentos, mas era o titular de Renato Gaúcho. Com Paulo Sousa, ele não teve nenhuma sequência e o português não dá nenhum sinal que pretende utilizá-lo mais vezes.

O Flamengo não contratou nenhum lateral porque o chileno é caro. Recebe acima de R$ 500 mil e não faria sentido trazer um jogador de “peso” para a posição enquanto o atleta estivesse ainda no CRF. Por isso, o retorno de Rafinha, quando quis acertar novamente com o CRF, não aconteceu.

Publicado em Bolavip.com