Início Notícias Sem local para treinar, Atlético-MG quer mudar regulamento

Sem local para treinar, Atlético-MG quer mudar regulamento

Foto: Reprodução / Thais Magalhães / CBF

A novela da grande final da Supercopa do Brasil entre Flamengo e Atlético-MG, que será disputada no dia 20 de fevereiro, na Arena Pantanal, ganhou mais um capítulo. De acordo com o ”GE”, o Galo está tentando flexibilizar o regulamento do torneio, que exige que os times participantes cheguem na cidade-sede 3 dias antes da decisão.

Alegando dificuldades em encontrar locais para realizar os treinamentos em Cuiabá, o clube mineiro monta logística para chegar a capital do Mato Grosso apenas no sábado, na véspera da partida. Inclusive, a reserva no hotel em que o elenco irá ficar já foi marcada para a partir do dia 19.

Ainda segundo o ”GE”, ao saber da atitude do Atlético, a diretoria do Flamengo sentiu que o clube mineiro desrespeitou o regulamento da competição. O Rubro-Negro, que por sua vez, se programou para chegar em Cuiabá no dia 17, na quinta-feira, mandando os treinamentos para o confronto no CT do próprio Cuiabá, equipe que o Mais Querido possui um bom relacionamento.

Gabriel Skinner, supervisor de futebol do Fla, viajou no sábado para olhar de perto o Centro de Treinamento e o hotel que o Clube da Gávea irão ficar, para realizar alguns ajustes, se necessário.

 

Além do local de treinamento, as reservas no hotel em Cuiabá também viraram polêmica. O Atlético-MG enviou um ofício a CBF criticando a escolha da cidade como palco para a decisão, e um dos argumentos utilizados no documento, foi que o Flamengo teria recebido informações privilegiadas de dentro da entidade, pelo fato do Rubro-Negro ter reservado o ”melhor hotel” da capital do Mato Grosso antes que os mineiros. 

Contudo, o Mais Querido alega que realizou a reserva em diversos hotéis em todas as cidades cotadas como sede do torneio.


 

 

Publicado em DiariodoFla.com.br