Início Notícias "Turma da Gávea é contra"; Braz causa discórdia no Flamengo com negócio...

"Turma da Gávea é contra"; Braz causa discórdia no Flamengo com negócio milionário longe de ser unânime

Na última quarta-feira (09), o Flamengo acertou a compra de 75% dos direitos econômicos do meio-campista Andreas Pereira junto ao Manchester United. Marcos Braz e Bruno Spindel estão na Europa e concluíram a tratativa pelo valor de 10 milhões de euros (cerca de R$ 59,6 milhões na cotação atual). Volante de 26 anos vai assinar contrato válido até o fim de 2026.

Contratado por empréstimo no ano passado junto ao United, Andreas soma 25 jogos e cinco gols marcados pelo Mengão. No entanto, o momento mais marcante de sua passagem até agora é o erro no lance que originou o gol da vitória do Palmeiras na final da Libertadores. Por isso, muitos membros da diretoria rubro-negra eram contra a aquisição em definitivo do atleta.

Foto: Wagner Meier/Getty Images – Andreas Pereira foi comprado pelo Flamengo por 10 milhões de euros

De acordo com o colega Venê Casagrande, setorista do Flamengo no jornal O Dia, a suposta “turma da Gávea” é contra, pois entende que é um valor alto por um jogador que, teoricamente, não decide jogo. Para se ter ideia, Andreas é a quarta contratação mais cara da história do Mengão.



O camisa 18 só é superado pelas negociações de Gabigol, Pedro e Arrascaeta. Depois do empréstimo em 2019, Gabi foi comprado da Inter de Milão por 16,5 milhões de euros em 2020 (cerca de R$ 97 milhões na cotação da época). Já Pedro custou pouco mais de R$ 88 milhões em dezembro de 2020, R$ 8 milhões a mais que Arrasca, no início de 2019.

Publicado em Bolavip.com